O Impostômetro (aparelho que marca o valor de impostos pagos pela população brasileira) atingiu neste sábado (27) a marca de R$ 1 trilhão. O número é referente ao total de impostos, taxas, multas e contribuições pagas pelos brasileiros desde o dia 1 de janeiro de 2020.

Neste ano, o Impostômetro atingiu a marca de R$ 1 trilhão, 33 dias mais cedo do que em 2019. Mesmo com a pandemia do coronavírus, a arrecadação aumentou, enchendo os cofres dos governos Federal, estaduais e municipais.

O Impostômetro foi implantado em 2005 pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (ACSP) para conscientizar os brasileiros sobre a alta carga tributária do País e incentivar a popular a cobrar por serviços públicos de mais qualidade.

“Apesar de ter mais dinheiro nos cofres públicos, os serviços para a população brasileira ― segurança, saúde, educação ― não melhoram ” informou a nota da ACSP.

Ano passado, segundo o Impostômetro, a arrecadação total chegou a R$ 2,388 trilhões. Foi a primeira vez na história do Brasil que a carga tributária ultrapassou a marca de R$ 2,2 trilhões.

O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, na página do Impostômetro (www.impostometro.com.br).