A Prefeitura de Manaus, por meio do Parque Municipal do Idoso (PMI), retornou na terça-feira, 21/9, as atividades da Oficina da Memória, em parceria com a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (ESPI).  A ação é direcionada para os alunos que participam das atividades no parque e tem como objetivo a estimulação de todas as funções cognitivas, trabalhando áreas mentais, de percepção, orientação e de comunicação dos idosos.  Além de “malhar a mente”, os alunos também trabalham o convívio social, muito importante na terceira idade.

A atividade é ministrada em duas turmas, nas segundas e quartas, além das terças e quintas, na sede do PMI, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul.

A psicóloga Jane Praia, que ministra as aulas, conta que, com a pandemia da Covid-19, os idosos ficaram isolados e muitos ficaram estressados e adoeceram. “Nesse período de pandemia, os idosos ficaram isolados, e essa ausência do parque na vida deles gerou um grande impacto negativo. Esse retorno é uma forma de ter mais qualidade de vida e estimulação”, explicou.

Para Maria de Fátima, de 70 anos, frequentadora do parque há 10, a Oficina da Memória é importante para resgatar lembranças que há muito tempo ficaram guardadas nas gavetas da memória. “Para mim é uma novidade, é uma coisa muito gratificante lembrar de coisas que há mais de 10 anos eu não lembrava! Achei muito criativo, estou gostando e vou continuar”, afirmou.

Através desse convívio social, os alunos da oficina constroem amizades e, aos poucos, voltam a sua rotina de atividades.  Aparecida de Souza, de 67 anos, fala da alegria que sente com o retorno da atividade e sobre a troca de experiência entre ela e as colegas de classe.  “A Oficina da Memória me ajuda em muita coisa. Ela me dá alegria, aqui eu convivo com outros idosos e nós trocamos muita experiência. A gente formou uma família aqui, e com esse retorno a gente só consegue sentir alegria. Temos muitos momentos de lazer com leitura, dança, música, brincadeiras. Para mim, é perfeito”, conta.

Retorno às atividades

O retorno das atividades presenciais no Parque Municipal do Idoso aconteceu no início do mês de setembro, obedecendo a todos os protocolos sanitários de combate à Covid-19. Uma das principais medidas adotadas pelo parque é a exigência da carteira de vacinação, comprovando a imunização contra o novo coronavírus. As turmas das atividades oferecidas foram reduzidas em 50%, e o espaço dispõe de álcool em gel 70%. O uso de máscara é obrigatório durante a permanência no local.

Inscrições

Para participar das atividades, os interessados devem fazer a inscrição on-line, por meio do site da Fundação Dr. Thomas, no endereço doutorthomas.manaus.am.gov.br. Caso o idoso tenha dificuldade de acesso ou no preenchimento das informações, a inscrição pode ser feita pelos telefones (92) 98842-1289 ou (92) 98844-5699 com o auxílio da equipe.
Os idosos já inscritos deverão realizar a entrega e atualização dos seguintes documentos: RG, comprovante de residência, carteira de vacinação (comprovando a imunização contra a Covid-19), 2 fotos 3×4, exame cardiológico e geriátrico liberando a prática de atividades físicas. O prazo é divulgado nas redes sociais da fundação.
Neste primeiro momento, as atividades serão disponibilizadas apenas para os idosos já matriculados no parque no período anterior à pandemia. No ato da inscrição, o idoso pode escolher uma atividade física e uma socioeducativa.

A inscrição para a terceira chamada para o agendamento de matrículas irá iniciar no dia 27/9 e vai até o dia 30/9, e dessa vez irá contemplar grupo de pessoas com idade entre 50 a 59 anos, no turno vespertino, além de idosos a partir de 60 anos ou mais, nos turnos matutino e vespertino.

Texto – Lucas Peceu / FDT
Fotos – Divulgação / FDT