Um crime brutal movimentou bairro São José 1, na tarde desta terça-feira (22). O cabelereiro, Joaquim Ramos dos Santos, 61, conhecido como “Kim”, foi assassinado a facadas e o principal suspeito do crime é um homem de nacionalidade venezuelana, que a vítima teria acolhido e dado emprego em seu estabelecimento.

O homicídio aconteceu na rua Arabita, próximo a Escola de Samba A Grande Família, na zona Leste da capital amazonense.

Segundo informações repassadas por policiais da 9° Companhia Interativa Comunitária (CICOM), o homem foi encontrado dentro do estabelecimento, com as mãos amarradas e com vários golpes de faca pelo corpo. Uma mulher que também estava no local, foi amarrada para que os criminosos fugissem do local.

Um morador identificado como Marcelo Montenegro informou que possivelmente “Kim” foi morto por um venezuelano que trabalhava no salão.

Uma segunda hipótese, seria que a vítima foi morta por agiotas, uma vez que a vítima recebia ameaças por dever os mesmos. Diariamente homens apareciam no salão para fazer cobranças.

Fonte: porlflagrante