Um médico, que não teve seu nome relevado, esteve na delegacia na manhã desta quarta-feira (20) e afirma que estaria se relacionando com Kimberly Mota após o fim do namoro dela com Rafael Fernandez. Nas declarações, o homem conta que foi ele quem teria passado a mensagem que causou a morte da jovem no domingo (10/05), pois ambos estavam trocando mensagens. Rafael viu a notificação no celular de Kimberly no momento em que ela foi ao banheiro e, devido o ciúme, assassinou a ex-namorada a sangue frio.

Em depoimento, o médico disse ainda que a Miss falava para ele que o ex-namorado era muito ciumento e por isso o relacionamento não deu certo.