Manaus/AM – Lázaro Alexandre da Silva Pinheiro, 35, foi preso suspeito de participar do assassinato de um colombiano, identificado como Faber Andres Castano Gonzales, no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste.

O crime aconteceu em julho deste ano, na frente da ex-mulher da vítima, no momento em Faber cobrava uma dívida no bairro.
Na ocasião, Fabes estava de costas, mexendo no celular, quando Lázaro e o atirador chegaram em um carro. O pistoleiro desceu do veículo e matou Faber.

“Ele recebeu uma ligação, de uma pessoa que a gente ainda não conseguiu identificar, que disse que iria pagá-lo e ele foi até local indicado em via pública. Enquanto ele manuseava o celular, foi alvejado na nuca”, esclarece a delegada Déborah Barreiros.
Após o homicídio, ele e Lázaro fugiram do local. No decorrer da investigação, o carro de Lázaro foi identificado, mas ele fugiu e só foi localizado nesta segunda-feira (6), no bairro Monte das Oliveiras, na Zona Norte.

Para a polícia, Lázaro falou que é motorista de aplicativo e que estava apenas fazendo uma corrida para o atirador, mas a polícia não acredita na versão:
“Ele diz que era motorista de aplicativo, que não sabia o que ia acontecer, mas essas explicações ainda não nos convenceram. Ele sequer mostra o chamado da corrida e que ele inclusive recebeu R$ 500 para ficar calado sobre o crime”, afirma Déborah.
A polícia continua com a investigação para localizar e prender o autor do tiro que assassinou Faber.

Fonte: Portal do Holanda