Embora o governo do Estado tenha anunciado para a próxima segunda-feira (1º/06) a reabertura das atividades comerciais em Manaus, a medida não vale para pessoas em situação de risco, como idosos e portadores de comorbidades, como hipertensos, asmáticos, obesos, portadores de diabetes e doenças renal ou neurológica.

Para estes casos, segundo o decreto do governo do Estado, o retorno às atividades acontecerá após o dia 6 de junho, durante o quarto ciclo da abertura gradual das atividades comerciais.

Fazem parte deste ciclo o funcionamento de cinemas, universidades, escolas particulares e creches em Manaus.

No interior do Estado, o retorno das atividades fica sob a responsabilidade das prefeituras, que vão avaliar o risco de propagação do coronavírus a partir do dia 1. de junho.