O governador Wilson Lima fez a entrega de 30 Cartões do Produtor Primário (CPP), neste sábado (08/08), para produtores rurais do município de Tapauá, na calha do Purus.

O benefício garante ao produtor a isenção de Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), descontos na energia elétrica e apoio na emissão de nota fiscal eletrônica na hora de comercializar produtos.

Conforme dados do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), até o final do mês de julho, deste ano, foram emitidos 102 mil CPP. A expectativa é fechar 2020 com 106 mil Cartões emitidos. O município de Tapauá registrou 620 inscrições do cartão.

“O Governo do estado do Amazonas tem dado todo suporte tanto para quem quer vir empreender no estado como também para aquele pequeno, o que às vezes precisa de R$5 mil a R$10 mil reais pra poder viabilizar a sua produção. Estamos presentes em todo o interior para levar essas condições para o pecuarista, o piscicultor, para o agricultor da agricultura familiar, enfim todas as atividades de pequeno porte que são importantíssimas e tem uma composição significativa na nossa economia”, explicou o governador Wilson Lima.

Incentivo – O produtor rural, Luciano Fernandes, possui o cultivo de abacaxi, banana e hortaliças. Neste mês, ele renova sua carteira para continuar o crescimento de sua produção. “O cartão ajudou demais porque impulsionou o trabalho aqui e a minha renda. Estou muito feliz com isso porque antes não tinha visão, não tinha renda e o Idam me orientou e hoje estou investindo na agricultura familiar para suprir a necessidade do município, que é muito carente nesse quesito.

O diretor-presidente do Idam, Valdenor Cardoso, enfatizou a importância do CPP para o agricultor. “É todo um mecanismo de apoio ao produtor. Com esse cartão ele tem acesso a compra de produtos com isenção de ICMS e outros impostos e isso facilita a vida de muitas famílias que precisam ganhar impulso nas suas produções”, disse.

Financiamento – Para impulsionar o trabalho dos castanheiros da região, o governador anunciou que a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), em parceria com o IDAM, vai passar a disponibilizar uma linha de financiamento de R$ 200 mil para o custeio do trabalho de coletores de castanha do município de Tapauá.

Os coletores interessados deverão procurar a Unidade Local do IDAM de Tapauá munidos dos documentos para realização de pesquisa cadastral e elaboração do projeto. Após a aprovação do projeto os recursos serão liberados direto na conta dos coletores.

Fortalecimento na agricultura – O Governo do Amazonas, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e Idam, vai fazer o levantamento dos produtores da região para posterior cadastramento junto a ADS, visando a expansão da Feira de Produtos Regionais da agência para o interior do estado para o Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme). O objetivo é estimular a participação dos agricultores de Tapauá no programa.

Crédito emergencial – A ADS vai estender para os agricultores de Tapauá o Crédito Emergencial oferecido em parceria com a  Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam). O benefício é fruto de uma parceria firmada entre as agências que disponibilizará empréstimos de R$ 5 mil (sem avalista) a R$ 21 mil (com avalista) aos empreendedores. (Mais informações com a Afeam).

Fotos: Arthur Castro/Secom