Uma carga de insumos para 15 mil testes do novo coronavírus, encomendada pelo Governo do Amazonas, chegou a Manaus na noite deste sábado (18/04) e será usada para detecção do Covid-19 pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM). O reforço adquirido garante o abastecimento de insumos para a realização de 5 mil exames.

Desde o início da pandemia, o Lacen processou cerca de 6 mil amostras utilizando a técnica conhecida como RT-PCR (sigla em inglês para transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase).

Segundo a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto, os insumos são essenciais para abastecer o Lacen-AM. “Com esse reforço, vamos garantir mais realizações de exames para Covid-19 para as próximas semanas”, avaliou.

Testes rápidos – Além disso, nesta sexta-feira (17/04), a Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) recebeu 14.380 testes rápidos para confirmação de casos do novo coronavírus (Covid-19). Os testes são destinados aos grupos mais expostos à contaminação, como os profissionais de saúde e os militares, essenciais no combate ao novo coronavírus.

O Amazonas também recebeu 1.267 frascos de álcool gel 70% com 500ml, 16 frascos de álcool em gel de um litro, além de três galões com 5 litros de álcool 70%. O material foi enviado pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, para a Central de Medicamentos do Amazonas (Cema), e será distribuído pela Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) para as unidades estaduais de saúde.

Foram recebidos na Cema 38 mil luvas em látex e 48 pares de luvas multiuso, 136.300 máscaras de proteção respiratória, 8.083 aventais, 7.800 toucas descartáveis e 60 óculos de proteção, totalizando 189.991 itens.

Processo seletivo para contratação de 704 profissionais de saúde é concluído

Foi concluído neste sábado, o Processo Seletivo (PSS) da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) para a contratação temporária, por 90 dias, de 704 técnicos de enfermagem. O PSS foi realizado entre os dias 16 a 17 de abril.

De acordo com o Edital do PSS nº 001/2020, os profissionais selecionados irão atuar nos estabelecimentos de saúde da capital do Amazonas definidos como referência para o tratamento de pacientes com o novo coronavírus (Covid-19).

Foram indicados como aprovados 1.088 candidatos. Mas apenas os aprovados dentro do número de vagas ofertadas no edital (704) serão convocados para compareceram na unidade de saúde onde irão trabalhar. A convocação será realizada pela Susam.

Foram indicados como aprovados os candidatos listados em ordem decrescente de pontuação. A lista será publicada no Diário Oficial do Estado. O PSS selecionou técnicos de enfermagem de duas especialidades: generalista e intensivista.

As unidades onde os profissionais selecionados irão trabalhar são, segundo o edital, o Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUFV), o hospital da Universidade Nilson Lins, a maternidade Chapot Prevost, e os hospitais e prontos-socorros 28 de Agosto, João Lúcio e Platão Araújo.

O resultado do PSS também será publicado no site da Susam (www.saude.am.gov.br). A classificação final será feita pela soma dos pontos obtidos nos títulos e experiência e apresentada em ordem decrescente de pontos.

Os candidatos não eliminados, excedentes às vagas constantes neste edital, serão mantidos em cadastro de reserva e poderão ser convocados para contratação mediante a disponibilidade de vagas que surgirem, durante o prazo de validade do presente Processo Seletivo Simplificado.

O presente PSS será válido pelo prazo de 01 (um) ano, a contar da data da publicação da Homologação no Diário Oficial do Estado, podendo ser prorrogado por igual período a critério da Administração.

O recurso deverá ser apresentado dentro do prazo de 01 (um) dia útil, a contar do dia útil subsequente à publicação do resultado da avaliação de títulos no Diário Oficial do Estado.