Esta é a terceira maior remessa de imunizantes recebida pelo Estado e deverá contemplar a segunda dose de idosos entre 65 e 69 anos.

O Governo do Amazonas recebeu, na madrugada desta sexta-feira (16/04), a 13ª remessa de vacinas contra a Covid-19 enviadas pelo Ministério da Saúde (MS), por meio do Programa Nacional de Imunização (PNI). O lote recém-chegado a Manaus conta com um total de 182.650 doses dos imunizantes CoronaVac, fabricado pelo Instituto Butantan, e AstraZeneca, produzido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Esta é a terceira maior remessa de vacinas já recebida pelo Estado.

A remessa foi trazida à capital amazonense em uma aeronave modelo Airbus-A321, no voo comercial 3185 da empresa Latam, e desembarcada por volta de 0h20 no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. A carga conta com 30.400 doses da vacina CoronaVac e 152.250 doses da vacina AstraZeneca, segunda maior remessa do imunizante da Fiocruz recebido pelo Amazonas.

De acordo com o 11º Informe Técnico relativo à 13ª Pauta de Distribuição, emitido pelo Ministério da Saúde (MS) na quarta-feira (14/04), a nova remessa deverá atender a segunda dose de trabalhadores da saúde e da população de 65 a 69 anos.

O informe ainda ressalta que, adicionalmente, também serão distribuídas a primeira dose para trabalhadores da saúde, idosos de 60 a 69 anos, profissionais das Forças Armadas e forças de segurança e salvamento.

Após o desembarque, as doses foram escoltadas pela Polícia Federal até as câmaras frias instaladas na Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), onde foram contabilizadas e armazenadas. A partir deste final de semana, as prefeituras municipais poderão agendar para receber os imunizantes diretamente na fundação.

“A gente tem a missão de vacinar toda a população que está como grupo prioritário. É importante também fazer um apelo à população para que ela busque a segunda dose. A primeira dose não garante a imunidade completa, então é importante a segunda dose. Com essa carga de vacina a gente vai ampliar o alcance e garantir essa segunda dose”, explica o chefe de Departamento de Vigilância Ambiental (DVA) da FVS-AM, Elder Figueira.

Vacinômetro – Dados parciais do Programa Nacional de Imunização, da FVS-AM (PNI/FVS-AM), apontam que 705.357 doses foram aplicadas em todo o estado até esta quinta-feira (15/04), sendo 521.033 de primeira dose e 184.324 de segunda dose. A informação está disponível no site da FVS-AM por meio do link https://bit.ly/3aTsndS.

Até o momento, os três municípios do estado que mais aplicaram doses da vacina, segundo o levantamento, são Manaus (369.161), São Gabriel da Cachoeira (21.841) e Tabatinga (19.627).

Ação – O Governo do Estado está realizando uma ação de fortalecimento para municípios do interior que apresentam dificuldades na cobertura vacinal contra a Covid-19. Uma das visitas técnicas ocorreu nesta quarta-feira (14/04), no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus), que apresenta um dos menores índices de cobertura vacinal dos grupos prioritários.

A medida, coordenada pela FVS-AM, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), deve percorrer outros 19 municípios.

Além do interior do estado, o apoio do Governo também será ampliado em Manaus. Serão cedidos à Prefeitura da capital cerca de 30 profissionais para compor a equipe de vacinadores. Em janeiro, a SES-AM já havia cedido 16 profissionais para apoiar a Prefeitura de Manaus no trabalho de imunização.

FOTOS: Herick Pereira/Secom