Programação inclui cinco óperas, concertos, recitais, workshop e encontro de economia criativa; ingressos já estão à venda em www.bilheteriadigital.com.

Vozes preparadas, instrumentos afinados, figurino e cenário caprichados para o 24º Festival Amazonas de Ópera (FAO). O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, anuncia a programação do maior festival do gênero na América Latina, que volta a receber público de 29 de abril a 31 de maio, na capital e interior. Os ingressos já estão à venda em www.bilheteriadigital.com e na bilheteria do Teatro Amazonas.

O FAO é realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC). O projeto, aprovado na Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cidadania e Secretaria Especial de Cultura, tem patrocínio master do Bradesco e patrocínio da Innova.

Cinco óperas, recitais, concertos, workshop e encontro de economia criativa estão na agenda do evento. Após dois anos sem sentir o calor da plateia, devido à pandemia, o Festival volta a encantar o público. A programação inclui atrações no Teatro Amazonas, Teatro da Instalação, centros culturais Palácio da Justiça e Palácio Rio Negro, e no interior (veja programação completa abaixo). As estreias das óperas serão transmitidas pela TV Encontro das Águas e nas redes sociais da @culturadoam.

A 24ª edição do festival traz desde a obra “Peter Grimes”, de Benjamin Britten, inédita no Brasil, até composições nacionais que atraem os pequeninos para a ópera, como o “O Menino Maluquinho”, de Ernani Aguiar.

De acordo com o secretário da Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, o mercado da ópera tem uma das maiores cadeias produtivas culturais e envolve profissionais especializados nas áreas de produção, iluminação, cenotécnica, maquinaria, sonoplastia, figurino, direção, artistas, músicos, maquiadores, entre outras centenas de trabalhadores da cultura.

“É uma felicidade para o Governo do Amazonas anunciar o Festival Amazonas de Ópera com público presente. A ópera é uma arte muito completa, entretenimento de qualidade, são obras com histórias interessantíssimas, emoção, suspense, música, figurino, iluminação. Um festival que gera um panorama histórico, valor cultural e, principalmente, gera emprego num momento tão necessário. Neste ano abrimos cerca de 150 novos postos de trabalho para a produção do FAO”, disse.

Durante a programação do FAO, Manaus também recebe o 3º Encontro de Economia Criativa e Teatros de Óperas. Como único polo de ópera constante do Brasil, ativo há mais de duas décadas, o evento vai mostrar que o segmento é uma atividade econômica em potencial.

Óperas – As obras apresentadas no FAO têm complexidade, qualidade e histórias extraordinárias. De acordo com o regente titular do Coral do Amazonas, Otávio Simões, o Festival tem programações para todos os públicos e idades.

“O público pode esperar diversidade como sempre, temas diversificados e abrangentes. O FAO vai apresentar sempre temas variados para diversos tipos de grupo, para todas as idades, e todo mundo pode vir assistir ao Festival Amazonas de Ópera. É nosso. É de vocês”, conclui o maestro.

“Il Tabarro”, de Giacomo Puccini, traz o romance entre um estivador e a mulher do dono de um barco. Do italiano, o título significa “O Capote”, espécie de capa que o dono do barco usa e que está envolvida em toda a trama. A história se passa às margens do rio Sena, em Paris, fala sobre emoção, traição, assassinato, amor e surpreende pelas alterações rítmicas, com harmonias diferentes e politonalidade.

Os cenários e figurinos de “Il Tabarro” estão nas águas do rio Amazonas, vindos de Belém para Manaus. A produção é fruto do acordo de cooperação técnica entre o Teatro Amazonas e o Theatro da Paz, na capital paraense. A parceria implementa o corredor lírico da cultura e do turismo dos dois estados.

Inspirada na obra do cartunista Ziraldo, “O Menino Maluquinho”, de Ernani Aguiar, traz para o público as peripécias do personagem sucesso dos anos 1990 nos quadrinhos. Com elenco 100% amazonense, a obra é a grande aposta infantil do festival.

O grande destaque do FAO 2022 é a ópera – inédita no Brasil – “Peter Grimes”, de Benjamin Britten. O personagem principal, Peter Grimes, é um pescador acusado da morte de seu aprendiz no mar. Apesar de ser inocentado, o povo da cidade acredita que Grimes é culpado e merecedor da prisão. Uma trama atual que versa sobre hipocrisia, o fenômeno de cancelamento e as consequências do julgamento social. A obra de Britten tem um nível altíssimo de execução musical.

Vingança, vida cigana, bruxaria e reviravoltas permeiam a história de “Il Trovatore”, de Giuseppe Verdi. Executada em formato de concerto, os protagonistas são a Amazonas Filarmônica e o Coral do Amazonas, que emocionam o público com uma das principais obras do compositor italiano.

Na comédia “O caixeiro da taverna”, de Guilherme Bernstein, o português Manoel é o gerente de uma taverna que pertence à viúva Angélica. Manoel está cansado de ser apenas um serviçal e acredita que tem potencial para ser sócio de Angélica, que na verdade quer tê-lo não apenas como sócio, mas como marido. Acontece que Manoel já é casado em segredo com a jovem costureira Deolinda. Esses elementos são um prato cheio para mentiras, confusões, mal-entendidos e um final inusitado.

O Pequeno Teatro do Mundo apresenta “Onheama”, de João Guilherme Ripper. A obra envolve o imaginário infantil e, com marionetes, conta a infância de um guerreiro indígena, abordando tradições e lendas de origem amazônica. A épica história cativa as crianças e adultos.

Bradesco e cultura – Com centenas de projetos patrocinados anualmente, o Bradesco acredita que a cultura é um agente transformador da sociedade. Além do Teatro Bradesco, o banco apoia iniciativas que contribuem para a sustentabilidade de manifestações culturais que acontecem de norte a sul do País, reforçando o seu compromisso com a democratização da arte.

São eventos regionais, feiras, exposições, centros culturais, orquestras, musicais e muitos outros. O banco também mantém o Bradesco Cultura, plataforma digital que reúne conteúdo relacionado às iniciativas culturais que contam com o patrocínio da instituição. Visite em cultura.bradesco.

PROGRAMAÇÃO DO 24º FESTIVAL AMAZONAS DE ÓPERA

De 29 a 31 de maio de 2022

“Il Tabarro”, de Giacomo Puccini

Datas: Dias 29 de abril, sexta-feira, às 20h; 1º de maio, domingo, às 19h; e 3 de maio, terça-feira, às 20h
Local: Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião, Centro
Classificação: 12 anos
Ingressos: Bilheteria Digital – www.bilheteriadigital.com e bilheteria do Teatro Amazonas

“O Menino Maluquinho”, de Ernani Aguiar

Datas: Dias 15 de maio, domingo, às 17h; 21 de maio, sábado, às 19h; e 28 de maio, sábado, às 19h
Local: Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião, Centro
Classificação: Livre
Ingressos: Bilheteria Digital – www.bilheteriadigital.com e bilheteria do Teatro Amazonas

“Peter Grimes”, de Benjamin Britten

Datas: Dias 20 de maio, sexta-feira, às 20h; 22 de maio, domingo, às 19h; e 24 de maio, terça-feira, às 20h
Local: Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião, Centro
Classificação: 14 anos
Ingressos: Bilheteria Digital – www.bilheteriadigital.com e bilheteria do Teatro Amazonas

“Il Trovatore” de Giuseppe Verdi

Datas: Dias 29 de maio, domingo, às 19h; e 31 de maio, terça-feira, às 20h
Local: Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião, Centro
Classificação: 10 anos
Ingressos: Bilheteria Digital – www.bilheteriadigital.com e bilheteria do Teatro Amazonas

“O Caixeiro da Taverna”, Guilherme Bernstein

Datas: Dias 30 de abril, sábado, às 19h; e 2 de maio, segunda-feira, às 19h
Local: Teatro da Instalação, rua Frei José dos Inocentes, s/n, Centro
Classificação: Livre
Ingressos: Entrada Gratuita

• RECITAIS BRADESCO

“Recital Bradesco I – Chansons & Art Songs”

Solista: Samanta Costa, Dhijana Nobre e Luiz Carlos Lopes
Pianista: Hilo Carriel
Data: Dia 7 de maio, sábado, às 19h
Local: Teatro da Instalação, rua Frei José dos Inocentes, s/nº, Centro
Classificação: Livre
Ingressos: Entrada Gratuita

“Recital Bradesco II – O caminho do Modernismo na Canção Brasileira”

Solista: Homero Velho
Pianista: Marcelo de Jesus
Data: Dia 8 de maio, domingo, às 19h
Local: Teatro da Instalação, rua Frei José dos Inocentes, s/n, Centro
Classificação: Livre
Ingressos: Entrada Gratuita

“Recital Bradesco III – Canções Napolitanas”

Solista: Maria Sole Gallevi
Pianista: Mateus Alborghetti
Data: Dia 14 de maio, sábado, às 19h
Local: Teatro da Instalação, rua Frei José dos Inocentes, s/n, Centro
Classificação: Livre
Ingressos: Entrada Gratuita

• CONCERTOS

“Mosaico Barroco: cantatas e sonatas do século XVIII” – Amazonas Baroque Ensemble (solistas da Orquestra Barroca do Amazonas)

Data: Dia 10 de maio, terça-feira, às 19h
Local: Centro Cultural Palácio Rio Negro, avenida Sete de Setembro, 1.546, Centro
Classificação: Livre
Ingressos: Entrada Gratuita

“Concerto Benjamin Britten” – Orquestra de Câmara do Amazonas

Data: Dia 25 de maio, quarta-feira, às 20h
Local: Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião, Centro
Classificação: Livre
Ingressos: Entrada Gratuita

O Pequeno Teatro do Mundo – “Onheama”, de João Guilherme Ripper

Datas: Dias 7 de maio, sábado, às 11h; e 29 de maio, domingo, às 11h
Local: Hall do Teatro Amazonas, Largo de São Sebastião, Centro
Classificação: Livre
Ingressos: Entrada Gratuita

• WORKSHOP

“Perucaria e Visagismo”

Palestrante: Malona Queenie
Período: De 24 de abril a 1º de maio
Inscrições: A partir de 11 de abril, pelo e-mail [email protected], com envio de currículo resumido sobre atuação na área
Vagas limitadas

• ENCONTRO

3º Encontro De Economia Criativa

Data: Dia 20 de maio
Local: Salão Solimões

FOTOS: Michael Dantas/Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa (FAO 2019)