Foram entregues materiais, veículos e implementos agrícolas para três associações do município

O Governo do Amazonas, por meio do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), entregou, nesta sexta-feira (24/07), materiais, veículos e implementos agrícolas para três associações pertencentes à zona rural do município de Fonte Boa (a 678 quilômetros de Manaus, em linha reta). O investimento, na ordem de R$ 479.735,00, vai fomentar a produção agrícola voltada para fruticultura, cultivo de hortaliças e pesca na localidade.

As entregas ocorreram no Ginásio Poliesportivo José Lins de Albuquerque, com a presença dos agricultores e moradores da cidade. Para a secretária adjunta do FPS, Ericka Meirelles, o investimento vai colaborar para a expansão do trabalho agrícola de 200 famílias.

“Esses materiais e transportes entregues representam o compromisso do Governo do Estado com a cadeia produtiva do interior, conforme determinação do governador Wilson Lima. São benefícios que vão garantir mais celeridade no escoamento e melhorias na renda e na produção das famílias”.

O evento contou com todas as medidas de segurança sanitária, respeitando o distanciamento social e o uso de álcool em gel e máscaras.

Implementos – Entre as associações que receberam os implementos agrícolas do Governo do Estado, por meio de edital, estão a Associação dos Produtores do Setor Solimões (APSSB), que recebeu uma lancha, seis motores de alumínio, dois motores 90HP de 4 tempos; e um caminhão com carroceria de 7,2 metros; e a Associação dos Moradores da Comunidade Nova Esperança (AMCNE), à qual foram entregues um caminhão com carroceria aberta; uma canoa de alumínio de 8 metros com acessório e um motor de popa 40HP.

A Associação dos Produtores das Comunidades Tupé, Boa União, Paraná do Tupé e Boca do Acre foi também contemplada com três cultivadores motorizados e três carretas agrícolas motorizadas com capacidade de 7 toneladas cada.

As principais atividades agrícolas das associações são o cultivo de mandioca, banana, macaxeira, melancia, entre outros produtos, além da pesca artesanal do pirarucu e espécies variadas.

FOTOS: Tácio Melo/Secom