A diretoria do grupo de mídia brasileiro Globo anunciou um novo acordo com o Google, gigante da tecnologia dos Estados Unidos, que prevê uma migração completa de sua estrutura online para a nuvem dessa última.

A “nuvem” é, na prática, uma estrutura de servidores que pode ser alocada de forma flexível a clientes de fora da empresa. Ou seja, o Google “aluga” seus computadores para que eles sejam utilizados por terceiros.

O que muda

Nessas máquinas, a Globo pretende rodar toda sua estrutura de produtos digitais, de portais de notícia, como o G1, até o processamento de dados de usuários, streaming da GloboPlay, etc.

As informações são de reportagem do jornal Valor Econômico.

Ainda de acordo com o Valor, a atual estrutura de servidores interna da Globo será “desmobilizada”.

A diretoria do grupo de mídia brasileira afirma que o movimento ocorre no sentido de modernizar a estrutura tecnológica da empresa, o que permitirá o uso de inovações como inteligência artificial para torná-la mais competitiva num cenário de rápida transformação do mercado.

Fonte: Yahoo Noticias