Os desfiles das escolas de samba podem não ocorrer

A indefinição sobre a realização do Carnaval 2021 no Rio de Janeiro, por causa da pandemia do coronavírus, levou a Rede Globo a suspender o pagamento das escolas de samba do Grupo Especial.

A decisão foi confirmada hoje pela emissora carioca, por meio de um comunicado enviado à imprensa. Segundo o comunicado, devido os impactos da pandemia da Covid-19, existe dúvida sobre a realização dos desfiles no ano que vem. Também existe a possibilidade do evento ser adiado.

Por conta dessa incerteza, a emissora não iniciou, até o momento, o pagamento dos valores referentes aos desfiles de 2021, informou a Rede Globo.

A decisão pegou de surpresa as escolas de samba cariocas, que contavam com o dinheiro para iniciar os trabalhos nos barracões, programados para o mês de agosto.

No ano passado, a Globo fechou um contrato de seis anos com a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) para a compra dos direitos de transmissão dos desfiles das escolas do Grupo Especial.

Desde 1966 a Globo transmite os desfiles do Carnaval carioca. Inicialmente o evento era exibido apenas para os telespectadores do Rio de Janeiro, mas com o sucesso da audiência, a transmissão foi levada para todo o País ainda na década de 1960.