No município de Autazes, Amazonas, o prefeito Anderson Cavalcante (PROS) é acusado de ter fraudados as eleições. É o que relatam alguns eleitores da cidade,  que procuraram o portal A Repórter para fazer a denúncia.

Eles contam que no dia da votação houve troca de sessões em cima da hora, falta de energia na contagem dos votos, erro nas urnas e votos para vereadores não computados.

População ateou fogo nas ruas como forma de protesto

Revoltados após a reeleição do prefeito, eleitores  das coligações concorrentes se manifestaram em frente à sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do município e em frente a casa do prefeito no final da tarde de segunda-feira (16), exigindo um novo pleito.

Anderson foi eleito com 9.101 votos, que equivale a 42,22% dos votos, o segundo colocado foi Thomé Neto, com 34,61% dos votos.