O apoio ao reaquecimento da economia do Amazonas, com destaque para o setor de bares, restaurantes e atividades culturais foi defendido nesta quarta-feira

Os bares e restaurantes que oferecem shows musicais e de humor estão liberados para funcionar até meia-noite, porém os clientes argumentam que a liberação pode se estender até mais tarde.

“A desculpa para fechar estabelecimentos à meia-noite é o risco de contaminação pelo coronavírus”, disse um dos parlamentares da Aleam.

Porém os bares e restaurantes estão cumprindo as regras,  distanciamento, o que permitiria o funcionamento até mais tarde

Governo do Estado e prefeitura devem seguir as orientações dos órgãos de Vigilância em Saúde, porém não devem ser deixados de lado os 20 mil empregos oferecidos pelo setor.

Os parlamentares disseram ainda que têm  conversado com empresários do ramo, que pedem apoio para reaquecer a economia, sem esquecer os cuidados com a segurança dos clientes e funcionários

Foram citados ainda o exemplo de várias micros e pequenas empresas que fecharam as portas porque não terem receita para pagar os aluguéis. “Faltou diálogo entre locatários e inquilinos para evitar a falência dos estabelecimentos. Todos saíram perdendo nessa crise”, lamentou um parlamentar da Assembleia legislativa

Foi contada na sessão, a união dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário para que o Amazonas volte à normalidade, o mais rápido possível, gerando empregos à população.