Evento realizado pelo Governo do Amazonas e prefeitura municipal recebeu cerca de 50 mil pessoas durante oito dias.

A 35ª Exposição Feira Agropecuária de Parintins (Expopin), encerrada no domingo (05/12), foi um sucesso. O evento recebeu cerca de 50 mil pessoas durante oito dias, o que incluiu a participação de produtores rurais, criadores, representantes de entidades do agronegócio, profissionais do setor e estudantes de áreas relacionadas ao segmento.

A Expopin foi uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), e da Prefeitura Municipal de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus), em conjunto com a Associação dos Pecuaristas de Parintins (APP).

O Governo do Estado, por intermédio da Sepror, investiu R$ 490 mil no parque de exposição. A proposta da Expopin neste ano foi de resgate da economia da cidade como polo agropecuário e artístico.

A Expopin contou com shows de altíssima qualidade com artistas locais, que animaram o público, além da exposição de animais de diversas raças com melhoramento genético, entre ovinos e caprinos e o torneio leiteiro.

Na noite de domingo, a agitação ficou por conta da apresentação e escolha da Garota Expopin 2021, consagrando a candidata Cleane dos Santos como a vencedora da edição.

A exposição teve seu início marcada por uma cavalgada pelas ruas da região e contou com a presença do secretário de Estado de Produção Rural, Petrucio Magalhães Júnior, que representou o governador Wilson Lima. O titular da Sepror reforçou a importância de eventos como esses para o crescimento do setor primário no município que movimentam negócios agropecuários em seus diversos setores.

“O momento é de oportunidades. Parintins, como um dos municípios de pecuária forte, vai refletir diretamente na Expopin, certamente muitos empresários, empreendedores e pequenos produtores locais irão conhecer o potencial do agro no município, acreditar nesse potencial e fazer investimentos”, ressaltou o secretário.

Com organização, segurança e conforto, os oito dias de festa superaram as expectativas. Durante as apresentações artísticas, o público compareceu e curtiu a noite com alegria, descontração e disciplina, respeitando as medidas de segurança.

Durante o dia, a qualidade técnica dos animais tornou a Feira mais atraente e, os julgamentos mais difíceis para os jurados responsáveis pela escolha da melhor matriz fêmea e reprodutor de gado leiteiro, melhor reprodutor e fêmea de gado de corte, melhor queijo de manteiga do município, palestras e cursos, estes aplicados por técnicos do Sistema Sepror.

Qualificação – Além do repasse financeiro, o Sistema Sepror (Idam, Adaf e ADS) promoveu ações de capacitação. Entre eles o curso de Iniciação à Pesca, coordenado pela Sepror. O curso foi ministrado pelos engenheiros de pesca da Sepror, Flávio Ruben e Sadrelly Inomata e teve duração de 8 horas.

Na oportunidade, os 20 participantes foram instruídos sobre a definição, legislação e importância da atividade, a biologia de espécies do gênero Cichlla spp., conhecido popularmente como tucunaré, tipos e montagem dos equipamentos de pesca, técnicas de arremesso e boas práticas no manuseio do peixe capturado.

O presidente da APP, Telo Pinto, destacou o resgate dos grandes eventos e da economia promovidos pela Expopin.

“Conseguimos dar à Expopin a cara do agronegócio de Parintins. Acho que o evento surpreendeu. Todas as parcerias foram fundamentais, tivemos um apoio muito grande do Governo do Estado através da Sepror e assim, muitos produtores aproveitaram o espaço para apresentar e comercializar seus produtos”, concluiu Telo.

FOTOS: Divulgação/Sepror e Rafael Prado