Imunizante só precisa de uma dose para incentivar o organismo a produzir anticorpos contra o coronavírus. Primeiras doses chegam em abril.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) decidiu aprovar, nesta quinta-feira (11/3), o uso emergencial da vacina contra a Covid-19 da Johnson & Johnson na Europa. Até o momento, foram aprovadas para os países da União Europeia as vacinas de Oxford/AstraZeneca, Pfizer/BioNTech e Moderna.

O imunizante da Johnson & Johnson, que é desenvolvido pela farmacêutica Janssen, só precisa de uma dose para incentivar o organismo a produzir anticorpos contra o coronavírus.

A EMA ainda analisa as vacinas Novavax, CureVac e Sputnik. A expectativa é que o programa de imunização na União Europeia caminhe mais rapidamente — porém, as primeiras doses da Johnson & Johnson só devem ser entregues em abril.

Fonte: Metrópoles