Ex-ministro contraria de novo o partido e afirma que é um dos nomes para o Planalto.

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro voltou a contrariar seu novo partido, o União Brasil, e disse que seu nome segue disponível para a disputa da presidência da República neste ano. O ex-juiz disse que “ainda está jogando”, ou seja, participando do grupo de pode concorrer às eleições presidenciais em outubro. A declaração foi feita em um evento nos Estados Unidos e ele afirmou que apesar de ter mudado de partido, ainda existe a possibilidade de concorrer à disputa presidencial, apesar do União Brasil não considerar a candidatura. A legenda tem sinalizado que o presidente da sigla, Luciano Bivar, deve ser o escolhido para a eleição. Sergio Moro fez ainda uma declaração que não pretende ser candidato à Câmara dos Deputados. Na avaliação dele, a terceira via precisa se unir se uma forma firme para combater a polarização que existe entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula, que lideram as pesquisas de intenção de voto. . O União Brasil faz parte de uma coalizão com PDSB, MDB e Cidadania que busca escolher um nome para candidatura única da terceira ou “melhor via”, como preferem chamar. A expectativa é que as legendas defina o candidato conjunto até 18 de maio.

Fonte: JP Notícias