O governador Wilson Lima esteve no Centro de Atenção Integrada à Criança (Caic) Dr. Moura Tapajós, no bairro Monte das Oliveiras, nesta segunda-feira (19/10), para acompanhar os atendimentos à população na unidade, que retomou suas atividades no dia 1º de outubro.

Desde o início do mês, seis Caics e dois Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimis) voltaram a funcionar gradualmente, após paralisação em março por orientação do Ministério de Saúde (MS), em função da pandemia do novo coronavírus.

Durante a visita, o governador conheceu a estrutura do Caic Dr. Moura Tapajós, que está realizando cerca de 55 atendimentos diariamente, todos pré-agendados por telefone e WhatsApp. Ele destacou o importante serviço prestado pelos Caics, que realizam atendimento de Atenção Básica, de responsabilidade dos municípios.

“A Atenção Básica não é de responsabilidade do Estado, mas o Estado também faz Atenção Básica porque entende que existe muita gente que necessita e procura essas nossas unidades de saúde. Fazemos todo o esforço para que todos possam ser atendidos”, afirmou Wilson Lima.

O governador também ressaltou que as demais unidades voltarão a funcionar nos mesmos moldes, seguindo as orientações de segurança sanitária e realizando consultas e exames por meio de agendamento. “A nossa expectativa é que, em novembro, nós possamos retomar definitivamente todos os Caics, para que a gente possa dar essa assistência para essas mães e essas crianças”, disse.

Revitalizações – Ao todo, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) tem 12 Caics e três Caimis, nas diversas zonas da capital. Segundo o secretário Marcellus Campêlo, o programa de reestruturação e modernização da rede de assistência, o “Saúde Amazonas”, também contempla a revitalização dessas unidades.

“O governo já recebeu essas estruturas físicas dos Caics e Caimis precisando de revitalização. O programa ‘Saúde Amazonas’ contempla a revitalização das unidades de saúde e nos próximos dois anos nós vamos revitalizar esses espaços”, explicou.

De acordo com Marcellus, no planejamento está o projeto de revitalização de todo o complexo de saúde onde funciona o Caic Dr. Moura Tapajós, que também conta com uma maternidade e um Serviço de Pronto Atendimento (SPA).

Fila zerada – Desde 1º de outubro, foram reabertas inicialmente as unidades que oferecem consultas de rotina a crianças e atenção especializada com ênfase em reabilitação aos idosos. No Caic Moura Tapajós, foi montada uma central de atendimento voltada exclusivamente para o pré-agendamento, com consultas com hora marcada e confirmadas um dia antes, e além do pós-atendimento, evitando assim a aglomeração de usuários em busca do serviço.

A diretora da unidade, Roberta Nascimento, ressaltou que, com a organização, já foi possível zerar a fila de demanda reprimida causada pela paralisação dos serviços. “Hoje é 19 de outubro e desde o dia 1º de outubro conseguimos atualizar a demanda reprimida, tanto de consultas pediátricas, quanto dos exames que oferecemos, como o teste do pezinho”.

Protocolos de segurança – Para o retorno dos trabalhos, os prédios onde funcionam os Caics e Caimis foram preparados para atender a todas as normas de segurança sanitária estabelecidas pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM).

Os servidores também passaram por orientações e treinamentos sobre como realizar os atendimentos de forma segura tanto para eles quanto para os usuários, além de terem recebido EPIs e dispensa de álcool em gel.

Fotos: Diego Peres/Secom