Durante a intensificação da vacinação contra a Covid-19 que a Prefeitura de Manaus começou a realizar nesta terça-feira, 29/6, foram aplicadas, até as 12h, 10 mil doses em 19 locais de vacinação estruturados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em toda a cidade. Nessa etapa, estão sendo atendidas pessoas de 30 anos do público geral e de grupos que já vinham recebendo a imunização, como gestantes, puérperas e trabalhadores das Forças Armadas e de Segurança e Salvamento.

Com isso, sobe para 1.108 milhão o número de doses aplicadas em Manaus desde o início da campanha, no dia 19 de janeiro, sendo 795 mil primeiras doses e 312 mil segundas doses. “Esses números comprovam que nosso planejamento está correto e que podemos avançar no alcance do público vacinável. A prefeitura está cumprindo a sua função de cuidar da saúde da população. Com a vacina, estamos levando esperança aos manauaras, resguardando vidas e evitando mortes”, afirmou o prefeito David Almeida.

Nesta terceira edição da intensificação, a Semsa preparou 11 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que começaram a funcionar às 8h, além dos outros oito pontos que estão vacinando desde às 9h. De acordo com a programação, três pontos estratégicos terão funcionamento durante toda a noite. O Sambódromo, que já está atendendo desde às 9h de hoje, vai funcionar por 33 horas seguidas, encerrando as atividades às 18h de quarta-feira, 30/6. Os dois pontos que funcionarão na Arena da Amazônia e no Centro de Convenções Vasco Vasques terão atendimento das 18h desta terça até as 18h de quarta-feira, com 24 horas de atendimento. Das 11 UBSs, sete estarão vacinando até as 21h; duas até as 16h,  as duas restantes até as 19h.

A secretária titular da Semsa, Shádia Fraxe, esteve no ponto de vacinação que funciona no Studio 5 Centro de Convenções para acompanhar a movimentação. “Nós ficamos muito felizes em poder anunciar uma ação dessas, para a qual recebemos 100 mil doses de vacina. Para essa intensificação contamos com o suporte de 11 unidades de saúde para facilitar o acesso das pessoas que poderão, assim, encontrar um local para receber a vacina perto de suas casas”, salientou.

Aparentando nervosismo, a fotógrafa Camila Batista mencionou a sensação de ter recebido a primeira dose. “Eu estava muito ansiosa, e agora estou muito feliz. Esperei muito por esse momento. Minha esperança é por dias melhores não só para mim, mas para que o mundo possa voltar ao normal”, afirmou.

Texto – Sandra Monteiro/Semsa
Fotos – João Viana/Semcom