A eleição para a presidência da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), que estava marcada para o próximo dia 17, foi antecipada para esta quinta-feira (3) e elegeu em poucas horas o deputado estadual Roberto Cidade (PV)  como presidente da casa.

A eleição ocorreu duas semanas antes, conforme uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 05/2020 coletiva apresentada por boa parte dos deputados e aprovada em caráter de urgência hoje, na sessão legislativa. A PEC altera a redação do art. 29, §4º, inc. II, da Constituição do Estado do Amazonas.

A sessão foi tumultuada e várias declarações vieram à tona. A deputada Alessandra Campêlo e o deputado Belarmino Lins subiram na tribuna e alegaram irregularidades nas eleições.

No momento da aprovação da PEC que durou poucos minutos, Joana Darc fez acusações contra Roberto e o chamou de traíra, pois nos bastidores Alessandra era tido como a favorita por parte da base governista que se dividiu após o episódio.

Veja como ficou a composição da Mesa Diretora vencedora com 16 votos:

Presidente: Roberto Cidade; 1° vice-presidente: Josué Neto; 2° vice-presidente: Dra Mayara Pinheiro; 3° vice-presidente: Adjuto Afonto; Secretário Geral: delegado Péricles; 1° secretário: Álvaro Campelo; 2° secretário: Sínesio Campos; 3° secretário: Fausto Junior; Ouvidor: Felipe Souza; Corregedor: Therezinha Ruiz.

Roberto Cidade disputou com Belarmino Lins que teve oito votos.