Edital Amazonia + 10 é uma iniciativa conjunta de governos estaduais, por meio de fundações de amparo à pesquisa.

Ao abrir o Fórum Nacional do Conselho Nacional de Secretários de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti) e Conselho Nacional das Fundações de Amparo à Pesquisa (Confap) – Manaus 2022, nesta quinta-feira (09/06), o governador Wilson Lima anunciou que o Governo do Amazonas vai aportar R$ 5 milhões no edital Amazônia +10, uma iniciativa conjunta dos dois conselhos em apoio a pesquisas para o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação na Amazônia Legal.

A abertura do fórum ocorreu no auditório da sede do Governo do Amazonas, bairro Compensa, zona oeste. O Amazônia +10, lançado durante o fórum, é um desdobramento do programa Amazônia +10, lançado pelo governador durante a Reunião Anual do GCF Task Force, realizada no Amazonas em março deste ano. Na ocasião, Wilson Lima era o presidente da reunião anual.

O edital conta com recursos dos Governos dos Estados da Amazônia Legal, por meio de suas Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (FAPs), além de investimento financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e de governos de outros estados do Nordeste, Sudeste e Sul do país. No Amazonas, a adesão foi feita por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapeam).

“O Estado do Amazonas está aportando mais de R$ 5 milhões para essas bolsas. Aqui nós temos uma possibilidade imensa de estudos e matéria-prima. Que a gente possa encontrar soluções para problemas que nós temos no dia a dia. E eu não tenho a menor dúvida que a Amazônia é a solução do mundo”, ressaltou Wilson Lima.

Até o momento, 17 FAPs aderiram à chamada pública Amazônia +10 e há interesse também de agências de fomento nacionais e internacionais.

“Nós temos um momento muito especial, que é do primeiro edital lançado pelo governador Wilson Lima e demais governadores da Amazônia Legal, com um investimento bem significativo. Esse investimento vai se reverter, no primeiro momento, em projetos de pesquisa, em bolsas para os pesquisadores, e ele deverá atuar de acordo com o que diz o edital, voltado para a solução de problemas da Amazônia”, disse a diretora-presidente da Fapeam, Márcia Perales.

Fórum – A reunião em Manaus conta com representantes de 26 FAPs, secretários estaduais de CT&I, entidades acadêmicas e científicas, representantes de ministérios e agências federais e internacionais de fomento à CT&I, além da participação online do ministro de Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim, que está em missão oficial em Madri.

A programação inclui manifestações das seguintes agências de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal em Nível Superior (Capes), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

Amanhã, dia 10, a programação da manhã também ocorrerá no Hotel Comfort e, à tarde, o grupo vai fazer uma visita técnica a uma instituição de CT&I do Amazonas.

 

Fotos: Artur Castro/Secom