Os nomes dos pré-candidatos a prefeito, vice e dos 11 pré-candidatos a vereador serão oficializados na convenção do partido marcada para ocorrer no dia 12 de setembro

 

O partido NOVO apresentou nesta segunda-feira (24) o pré-candidato a vice-prefeito de Manaus. O escolhido foi o contador Eduardo Costa, que se submeteu a um rigoroso processo seletivo antes de ser declarado apto a disputar as eleições 2020 ao lado do pré-candidato a prefeito de Manaus, Romero Reis, do mesmo partido.

Eduardo Costa nasceu em Manaus. Construiu uma sólida carreira no setor contábil e acadêmico no sul do Brasil e no exterior. Candidatou-se para retribuir o apoio que recebeu da cidade onde deu os primeiros passos rumo a uma carreira bem sucedida e formou uma família harmônica.

“Somos simples cidadãos que queremos ajudar nossa cidade. É o momento de sair da arquibancada e ser protagonista para ajudar a desenvolver Manaus. Queremos uma cidade mais segura, melhor pra se viver, para trabalhar. É uma honra estar nessa jornada com Romero Reis e se queremos a mudança, precisamos saber escolher novas pessoas, capazes de transformar para melhor a realidade de toda a sociedade”, declarou o pré-candidato a vice, Eduardo Costa.

O pré-candidato pelo partido NOVO a prefeito de Manaus, Romero Reis, no evento de apresentação do vice, reiterou a escolha da cúpula do partido no Amazonas e em Manaus. “O NOVO não tem um projeto de governo individual. Temos uma causa coletiva, que busca fazer o melhor para a nossa cidade porque, afinal de contas, a melhor maneira de você proteger a família, os negócios, é estruturar a cidade. Quando a cidade está bem, todos ficam bem. Esse projeto de um governo municipal participativo, integrado e voltado para as pessoas é compartilhado por Eduardo Costa, que irá contribuir com os seus conhecimentos e empenho para tornar Manaus um lugar bom para se viver e fazer negócios”, enfatizou Romero Reis.

Os nomes dos pré-candidatos a prefeito, vice e dos 11 pré-candidatos a vereador serão oficializados na convenção do partido marcada para ocorrer no dia 12 de setembro, às 15h, sem local definido. A intenção dos organizadores é de que o evento seja presencial, dotado dos protocolos de saúde para evitar o contágio pelo novo coronavírus. Caso não seja autorizado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a convenção será online.

Conforme o vice-presidente do diretório municipal de Manaus, Leonardo Barreto, a escolha por um novo nome para compor a chapa ocorreu porque o advogado Félix Ferreira, anunciado como vice anteriormente, desistiu por motivos pessoais. “Ele abdicou da sua pré-candidatura, mas segue apoiando o partido nas suas tratativas, diretivas, e com toda certeza apoiando o nome de Romero Reis. A partir de sua carta protocolada no partido, foi feita uma reabertura para o processo seletivo dentro da nossa sigla, e sem dúvidas o nome de Eduardo Costa é uma unanimidade”.

Eduardo Costa

Eduardo Baldoino da Costa tem 35 anos, é contador, professor e empresário. Casado com a dentista e tenente da Aeronáutica Mariana Ferro Baldoino, é filho do também contador e empresário Juarez Baldoino da Costa e da professora de matemática Sônia Regina da Ponte.

Com mestrado na área contábil na Universidade Federal de Santa Catarina, trabalhou na Embraer, onde liderou a implementação das normas de contabilidade internacional (IASB) na filial da transnacional de origem brasileira nos Estados Unidos.

Atuou na Inter-Agency Standing Committee (IASC), em Londres. Apaixonado por Manaus, voltou à capital amazonense para tocar a vida empresarial, ficar próximo da família e viver na cidade onde nasceu e cresceu.

É um dos primeiros membros do Partido Novo em Manaus, tendo se filiado em 2015. Em 2018, pediu autorização do Novo para se desfiliar e concorrer pelo PSL, partido que elegeu o Presidente da República Jair Bolsonaro. Teve 2917 mil votos.

Após a campanha, se desfiliou do PSL e voltou para o Partido Novo. Seu sonho é contribuir na construção de uma cidade mais moderna, desburocratizada e com amplo apoio ao setor produtivo.

Atualmente, é professor de cursos de graduação e MBA e tem uma empresa de contabilidade. Sonha em contribuir para a construção de uma cidade mais moderna, desburocratizada e com amplo apoio ao setor produtivo.

Registro de candidatura

A pandemia causada pelo novo coronavírus levou o Congresso Nacional a promulgar a Emenda Constitucional (EC) n˚ 107/2020, que alterou os prazos para a legalização das chapas assim como o primeiro e segundo turno das eleições, remarcados para os dias 15 e 29 de novembro.

As convenções partidárias para a definição dos candidatos devem ocorrer no período de 31 de agosto a 16 de setembro. O registro de candidaturas na Justiça Eleitoral deve ocorrer, obrigatoriamente, até o dia 26 de setembro.

A Constituição Federal exige que os candidatos sejam de nacionalidade brasileira, estejam no pleno exercício de seus direitos políticos, que o domicílio eleitoral seja na região onde irão concorrer e que tenham a idade mínima fixada para o cargo eletivo pretendido. Os candidatos a prefeito e vice devem ter no mínimo 21 anos, e os que disputam uma vaga de vereador, 18 anos.