Candidatos à presidência dos Estados Unidos discutiram temas como composição da Suprema Corte, pandemia de coronavírus e violência em protestos raciais.

Termina o debate entre Trump e Biden, o primeiro entre os dois presidenciáveis na campanha de 2020. Trump diz que votos por correio colocam eleição em risco e diz que diversas cédulas foram encontradas jogadas perto de um rio. Para o republicano, é absurdo que os votos sejam contados até 10 de novembro, uma semana depois da eleição.

Biden sugeriu que aceitará o resultado da eleição quando os votos forem contados, aceno que o republicano não fez.

Biden fala que o Brasil sofrerá consequências econômicas se as florestas não forem preservadas

“As florestas tropicais no Brasil estão sendo destruídas”, diz Biden durante debate sobre meio-ambiente e mudanças climáticas.

O democrata ainda sugeriu “consequências econômicas” ao Brasil caso não cumpra com metas de preservação das florestas.

Com a questão racial nos EUA em debate, Trump e Biden trocaram acusações sobre declarações dadas e apoios recebidos de grupos. O republicano acusou o democrata de favorecer vândalos e “Antifas” — referindo-se a ativistas contra o fascismo sobre quem o presidente diz ser grupos de extrema esquerda. E o democrata relembrou quando Trump disse que “havia pessoas boas” entre supremacistas brancos que protestaram nos EUA.

Em relação à violência nos protestos, Trump repetiu o slogan de “lei e ordem”, enquanto o Biden afirmou que defende “lei, ordem e justiça”.

Fonte: G1