A morte do traficante Erick Batista Costa o, conhecido como “Dadinho”, 30, ocorrido na noite de sábado causou revolta em membros de uma facção criminosa que passaram a depredar prédios e veículos em várias partes do Amazonas. De acordo com informações, a ordem para os ataques teria partido do presídio.

Ao menos 16 veículos foram incendiados durante a madrugada e as primeiras horas deste domingo (6) em Manaus, numa onda de ataques em represália à morte de um traficante conhecido como Dadinho, ocorrida no sábado (5).

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado, também houve ataques em outras 2 cidades do interior – Parintins e Careiro Castanho.

Prejuízos

Não há informações sobre feridos e ninguém foi preso, segundo a SSP-AM. A pasta diz que, em Manaus, foram queimados 14 ônibus e 2 viaturas – sendo uma da Polícia Militar e uma da Polícia Civil – e que uma ambulância foi interceptada pelos criminosos. Segundo integrantes da Polícia Militar e do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu), essa ambulância foi incendiada.

O Corpo de Bombeiros também registrou incêndio em um estabelecimento comercial e em um transformador de energia elétrica.

Um agência bancária, no bairro Compensa, também foi depredada neste domingo. Policiais militares isolaram o local para a perícia. A suspeita é que a ocorrência tenha relação com os atentados.

Por conta dos atentados, Manaus ficou sem circulação de ônibus desde às 6h45 deste domingo. Todos os veículos foram recolhidos e só voltarão a funcionar nesta segunda-feira (7).

O secretário informou, ainda, que o número de viaturas nas ruas foi triplicado neste domingo para reforçar a segurança, inclusive de prédios públicos.

Um distrito de obras da Prefeitura de Manaus, no bairro Compensa, também foi alvo de ataques pela parte da manhã. O prédio onde funcionava o escritório e um trator foram incendiados. A suspeita é que o caso também tenha relação com os atentados

Traficantes morto

Informações dão conta de que Dadinho teria sido morto por policiais militares da Rocam depois de ter recebido os policiais com tiros em uma estância na rua Newton Vieiralves, 96, Novo Aleixo Zona Norte.

De acordo com informações dos policiais, é que por volta de 20h receberam denúncia anônima via Whatsapp, relatando que um líder de uma facção criminosa estaria portando uma arma de fogo no local do fato.

A equipe deslocou ao endereço e conseguiu visualizar o suspeito com as características repassadas na denúncia. Ao perceber a presença da equipe ROCAM, fugiu para o interior da estância empunhando uma arma de fogo. A equipe, ao adentrar no local, foi recebida por disparos de arma de fogo, revidando aos tiros acabou por alvejar o criminoso.

Erick Batista Costa o, conhecido como “Dadinho“

De acordo com informações, Dadinho era considerado de alta periculosidade e candidato à uma vaga de conselheiro do Comando Vermelho (CV) do Amazonas. Segundo o que foi apurado, a ordem dos ataques da madrugada foi dada pelo irmão dele identificado como “Ton”.

Dadinho comandava a área do tráfico nos bairros Novo Aleixo, São José, Coroado entre outros.

Fonte: A Crítica; G1.

Capa: Fotos: Arlesson Sicsú