Deputados da Assembleia Legislativa do Amazonas têm até às 16h desta quarta-feira (08) para apresentar os nomes que vão compor a comissão que analisará o pedido de impeachment do governador Wilson Lima e do vice-governador Carlos Almeida.

O prazo foi dado pelo presidente do Legislativo Estadual, deputado Josué Neto, durante a reunião de terça-feira. Na mesma sessão, foi comunicado que a Assembleia retomou a análise do pedido de impeachment, que estava paralisado desde o início do ano, por ordem da Justiça.

A comunicação aos deputados foi feita numa reunião a portas fechadas, na sala da presidência da Assembleia, e teve a presença de parlamentares da base de apoio do governo, como Alessandra Campelo e Doutor Gomes, e da oposição, como Wilker Barreto e Dermilson Chagas.

Antes da reunião, Josué Neto interrompeu a sessão e disse que as atividades no plenário voltariam em dez minutos. O retorno aconteceu três horas depois.

Nos bastidores, circulou a informação que a reunião foi tensa, com direito a troca de ofensas entre parlamentares favoráveis e contrários ao impeachment.

Ao retomarem ao plenário, os deputados concordaram que os nomes que vão compor a comissão do impeachment será formada por indicação dos blocos partidários.

Josué Neto terminou a reunião dizendo que não é tarefa dele indicar os nomes, e que será obrigação dos deputados levar adiante, ou não, o processo de impeachment.