Os deputados estaduais Wilker Barreto e Dermilson Chagas, ambos do partido Podemos) são ferozes ao atacar a administração do governo do Amazonas, fazendo críticas aos atos do governador Wilson Lima.

Mas os deputados que hoje vestem a máscara de defensores da população, até pouco tempo ficavam calados para os desmandos e atos de corrupção praticados por ex-governadores.

O portal A Repórter teve acesso à planilha de gastos com aluguel de aviões na gestão do ex-governador Amazonino Mendes, entre os anos de 2017 a 2018. Em apenas 14 meses de mandato, o governo de Amazonino gastou R$ 13.176.405,18 com o aluguel de jatinho executivo.

Naquela época, Demilson Chagas era líder de Amazonino na Assembleia Legislativa do Amazonas. Em 14 meses, o deputado fez ‘vista grossa’ aos gastos praticados pelo ex-governador.

Dermilson calou-se durante a gestão anterior, mas com a administração de Wilson Lima, tem reclamado, junto com os deputados Wilker Barreto e Delegado Péricles, que o governador está gastando na locação de aeronave do tipo Jato Executivo, o valor de R$ 9,3 milhões, pelo período de 12 meses.
Se voltarmos ainda mais no tempo, veremos o quanto outros ex-governadores gastaram com o aluguel de aeronaves.

De acordo com uma pesquisa feita no Diário Oficial do Estado do Amazonas, entre os anos de 2003 a 2010, na gestão do ex-governador Eduardo Braga, foram gastos R$ 26,3 milhões com aluguel e aviões.

Nos anos de 2010 a 2014, durante o governo de Omar Aziz, o Estado pagou R$ 31,7 milhões na locação de aeronaves.

O ex-governador Amazonino Mendes no mandato de 1999 a 2002, destinou R$ 4 milhões para o uso de aviões particulares.

Se levarmos em consideração os mandatos de Amazonino, Eduardo Braga e Omar Aziz, o governo do Amazonas deixou escorrer pelo ralo mais de R$ 75 milhões com aluguel de aeronaves e jatinhos para viagens estaduais, interestaduais e até mesmo internacionais.

Os números podem ser conferidos no Portal da Transparência do governo do Amazonas (www.transparencia.am.gov.br).