Nesta sexta-feira, equipes de investigação da Especializada foram ao local e constaram danos ao meio ambiente.

A Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), intimou cinco pessoas e investiga denúncias de crimes ambientais na Vila de Paricatuba, no município do Iranduba (a 27 quilômetros da capital amazonense). Nesta sexta-feira (28/08), equipes de investigação da Especializada foram ao local e constaram danos ao meio ambiente.

A unidade policial recebeu denúncias de desmatamento no entorno das ruínas da Vila de Paricatuba, e denúncias de crimes na região da Praia da Bica, incluindo a derrubada de buritizais e construção em áreas não edificáveis, em uma Área de Preservação Permanente (APP).

Conforme informações da titular da Dema, delegada Carla Biaggi, uma das denúncias foi feita via Gabinete de Gestão Integrada (GGI), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). “Nós recebemos duas denúncias. No entorno das ruínas, estivemos no local e agora investigamos se há um desmatamento criminoso ou se houve queimada acidental das árvores”, disse Biaggi.

As equipes estiveram também na Praia da Bica. “No local estão derrubando buritizais, o que é proibido, pois são árvores protegidas por lei. Verificamos que houve a derrubada de forma criminosa. Além disso, estão construindo em local inapropriado, em uma APP, onde não é permitido qualquer tipo de intervenção humana” explicou a delegada.

As edificações estão sendo levantadas para servirem de estabelecimentos comerciais, como balneários e restaurantes. Após o laudo pericial, a Especializada poderá ter a dimensão do dano causado ao meio ambiente. “Notificamos cinco pessoas e vamos continuar investigando para encontrar os causadores do desmatamento”, afirmou Biaggi.

Quem tiver denúncias que ajudem o trabalho policial pode ligar para o 181, o disque-denúncia da SSP, de forma sigilosa.