Defensores públicos cobram medidas que estão sendo adotadas para garantir o acesso da população amazonense a vacina.

A Defensoria Pública do Estado do Amazonas solicitou á Secretaria de Estado de Saúde (SES- AM) que informe se já foi elaborado um plano para imunização contra a Covid-19 no estado. A Secretaria tem prazo de cinco dias para responderquestionamento.

No documento, os defensores públicos questionam o secretário Marcellus Campêlo se o plano estadual de imunização já foi elaborado, quais os critérios utilizados para a seleção de grupos prioritários, qual o cronograma de vacinação, qual a logística de armazenamento e a distribuição no estado, além de pedir uma previsão de data para início da vacinação.

Caso o plano ainda não tenha sido feito, a Defensoria questiona as medidas para ter acesso à vacinação.

A Secretaria de Estado de Saúde informou que foi notificada nesta segunda-feira (14) e que prestará todos os esclarecimentos necessários à Defensoria Pública sobre o assunto. Informou ainda que atuará dentro do planejamento estabelecido pelo Programa Nacional de Imunização, referência em vacinação em todo o mundo e que proporciona uma cobertura vacinal nas regiões mais distantes do estado.

A Secretaria destacou que a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) está trabalhando no planejamento para a vacinação ocorrer assim que a vacina for colocada à disposição da população pelo Ministério da Saúde. Os grupos prioritários para a vacinação também são definidos pelo órgão federal. O órgão reforça que atua na realização de campanhas de vacinação e apoio aos municípios do interior e, da mesma forma, atuará na imunização da Covid-19.

Fonte: G 1 Am