No primeiro momento, público-alvo do projeto integrado ao Pelci são crianças e jovens de 8 a 17 anos.

O projeto Mais Futevôlei nos Bairros, lançado no final de maio pelo governador Wilson Lima, inicia suas atividades nesta sexta-feira (10/06), como proposta inédita na história da modalidade. Coordenado pela Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), o trabalho integra o Projeto Esporte e Lazer na Capital e Interior (Pelci), com investimento de R$ 2,6 milhões.

“A importância de investir nos projetos socioesportivos é justamente para fortalecer a educação e a segurança pública. Sabemos que cada real aplicado no esporte de base vira investimento em educação e segurança, porque quando a criança está voltada para a educação, ela está longe da marginalidade. E nós sabemos que criança boa é criança estudando e praticando esporte”, disse Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

Todos os núcleos mantêm suas inscrições abertas até preencher todas as vagas, com turmas de crianças e adolescentes com idades de 8 a 17 anos. O Campo do Passarinho, Baixada Fluminense, Arena Monte, Campo do Curió e Campo do Teixeirão estão oferecendo, cada núcleo, um total de 120 vagas. No núcleo com mais vagas, a Vila Olímpica de Manaus, estão disponíveis 240 matrículas.

“É um grande desafio, mas satisfatório, pois contribuir de forma positiva na vida desses jovens é algo maravilhoso. Os maiores beneficiados são as crianças, que terão um espaço de socialização de forma construtiva na vida, adquirindo valores e bons hábitos”, disse Chico Nelson, coordenador geral do Mais Futevôlei nos Bairros.

Entusiasmado com o projeto, o jovem Felipe Ruiz, de 16 anos, disse que esta é a sua primeira experiência com o futevôlei e falou sobre a importância de praticar o esporte na sua vida.

“É muito importante que o governo tenha dado toda essa estrutura para as pessoas que precisam. Estou na expectativa de conseguir me sair bem, ter um momento para descontrair e brincar com os amigos. Tenho certeza que as aulas serão muito benéficas para a minha saúde, pois estou precisando ficar em forma”, disse o atleta mirim.

O projeto tem o objetivo de alcançar mais de 3 mil jovens. O aluno que estiver interessado em se matricular deve apresentar cópias de RG e CPF, seus e do seu responsável; declaração escolar; uma foto 3×4; e uma cópia do comprovante de residência.

Dias e horários das aulas

Todas as turmas de escolinha de futevôlei terão aulas de segunda a quinta-feira, conforme os horários a seguir.

Campo do Passarinho

· Segunda e quarta-feira: das 16h às 17h
· Terça e quinta-feira: das 16h às 17h

Campo da Baixada Fluminense

· Segunda e quarta-feira: das 7h às 8h e das 8h às 9h
· Terça e quinta-feira: das 16h às 17h e das 17h às 18h

Arena do Monte

· Segunda e quarta-feira: das 15h30 às 16h30 e das 16h30 às 17h30
· Terça e quinta-feira: das 15h30 às 16h30 e das 16h30 às 17h30

Campo do Curió

· Segunda e quarta-feira: das 7h às 08h e das 8h às 09h
· Terça e quinta-feira: das 7h às 08h e das 8h às 09h

Vila Olímpica de Manaus

· Segunda e quarta-feira: das 6h30 às 7h30 e das 7h30 às 8h30; das 15h30 às 16h30 e das 16h30 às 17h30
· Terça e quinta-feira: das 6h30 às 7h30 e das 7h30 às 8h30; das 15h30 às 16h30 e das 16h30 às 17h30

Campo do Teixeirão

· Segunda e quarta-feira: das 15h às 16h e das 16h às 17h
· Terça e quinta-feira: das 15h às 16h e das 16h às 17h

FOTOS: Rudson Renan/Faar