Daniela Assayag, que estava em frente à Secretaria de Comunicação do Governo do Amazonas, informou seu pedido de exoneração do cargo após ter seu nome envolvido na CPI da Saúde. De acordo com a ex-secretária, sua saída permitirá a apuração dos fatos ocorridos na última semana com seriedade e profundidade. Leia a declaração de Daniela Assayag na integra:

“Na tarde deste domingo, entreguei ao governador meu pedido de exoneração. Acredito que minha saída da Secretaria de Comunicação permitirá que a apuração dos fatos ocorridos na última semana possa se realizar com seriedade e profundidade. E que sejam esclarecidas as ilações sobre atitudes e comportamentos não condizentes com a minha prática profissional.

Reafirmo a certeza de ter exercido o meu papel com todos os requisitos técnicos e éticos exigidos no cumprimento de minha função frente à Secretaria de Comunicação deste Governo.

Espero que minha atitude represente, mais uma vez, meus princípios de lutar pela apuração dos fatos com veracidade e justiça.”