Dani Calabresa se pronunciou pela primeira vez sobre as denúncias de assédio envolvendo Marcius Melhem. A humorista afirmou que “nunca quis ser vista como uma mulher assediada”, mas não teve escolha. “Para recuperar minha saúde, precisei me defender”, diz ela.

O post foi feito após a repercussão de uma reportagem da revista Piauí sobre o assunto. No texto, relatos de outras vítimas e testemunhas de Melhem foram compartilhados. Famosos e anônimos usaram as redes sociais para manifestarem apoio à humorista.

“Nunca procurei a imprensa. Tomei as medidas cabíveis para conseguir ajuda. Tudo é muito difícil. Dá medo, vergonha, mas temos que lutar por respeito e justiça. Não passarão. Assédio é crime!”, escreveu.

Segundo a revista Piauí, Melhem chegou a vetar a participação de Calabresa em um programa dominical e a encurralou em um bar esfregando suas partes íntimas no corpo dela. A reportagem ainda acrescenta que ela era provocada nos bastidores da Globo. Mesmo fazendo denúncias acabou silenciada.

No Instagram, Dani agradeceu o apoio dos internautas, citou sua advogada e a amiga Maria Clara Gueiros, uma das testemunhas. “Toda minha solidariedade às mulheres que passaram por isso e têm medo de denunciar. É impressionante a luta que uma mulher precisa travar para provar que é vítima”, finalizou.

Fonte: Yahoo