Médico ensina o que deve ser evitado depois de submeter a um procedimento.

Em alta desde o início da pandemia de coronavírus, quando o isolamento social possibilitou uma melhor recuperação em casa, os tratamentos faciais exigem certos cuidados após serem realizados.

Preenchimentos com ácido hialurônico, laser ou botox acabam deixando a pele sensível e, com isso, certas medidas se fazem necessárias, como evitar se expor ao sol e usar muitos produtos cosméticos.

“Mas não é só isso: a alimentação também influencia para evitar uma piora no inchaço e na inflamação”, orienta o cirurgião plástico Mário Farinazzo, membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).
A seguir, o expert revela três atitudes totalmente proibidas a quem se submeteu a um procedimento no rosto.

Confira!

Pesar a mão nas maquiagens e produtos para a pele
“Dependendo do tratamento, você poderá retomar sua rotina de beleza habitual mais brevemente, mas o ideal é que no primeiro e no segundo dia você não use produtos cosméticos, a menos que essa seja uma orientação médica para potencializar os tratamentos”, ensina o médico.
Esqueça, por exemplo, itens que tenham na fórmula ácido glicólico e salicílico na hora de lavar o rosto. Sol, piscina, sauna e banhos quentes também devem ser deixados de lado, ao menos nos primeiros dias.

Malhar logo após os procedimentos
O ideal é esperar ao menos um dia para voltar à ativa. “O aumento do calor na pele e o suor podem ser irritantes para a pele recém-estimulada”, orienta.
“No caso de uma cirurgia plástica, mesmo uma rinoplastia, o retorno à prática de atividades físicas deve ser gradual. Em um mês, é possível iniciar atividades leves como a caminhada e a partir do segundo ou terceiro mês voltar à prática de exercícios mais pesados, como a musculação”, emenda.

Comer besteira
“Tudo em excesso faz mal, mas carboidratos de alto índice glicêmico e alimentos ricos em sódio são especialmente ruins nesse período de recuperação”, diz Farinazzo.
Segundo ele, o momento pede ingredientes naturais, como frutas e verduras, além de proteínas leves.

Fonte: Metrópoles