Suspeita fingia vender aparelhos roteadores de internet de fibra ótica por um preço abaixo do valor de mercado.

Uma mulher que aplicava golpes nas redes sociais em Brasília foi presa nesta quarta-feira, 5. O golpe aplicado por ela começava com publicações na internet. A suspeita dizia que vendia roteadores de internet fibra ótica e apresentava os preços. Rapidamente, as vítimas faziam contato. O delegado Wagner Lima explica a dinâmica do crime: “A autora [do crime] realizava a contratação do serviço de internet por fibra ótica em sua residência, recebia os aparelhos roteadores, possivelmente deixava de pagar as mensalidades, sendo encerrado o fornecimento. Ocorre que uma vez contactada para a entrega dos aparelhos roteadores, ela sumia, não atendia mais as ligações e se furtava à entrega dos aparelhos [de volta às operadoras]. Ela anunciava os referidos aparelhos em uma página da internet, revendendo os aparelhos pela quantia de R$ 70, sendo que cada aparelho custa, em média, no mercado, a quantia de R$ 450”. Em uma conversa de WhatsApp, a criminosa chega a confirmar o valor. Por áudio, dava garantia de que tudo estava funcionando perfeitamente: “Tem a fonte, ele tá completo”. Em outra conversa, ela demonstra impaciência com a demora da vítima em comprar o roteador: “Já é a segunda vez que você marca comigo. Seu esposo marcou também, fala para buscar, acaba atrapalhando o meu dia e vocês não buscam, mandam mensagem e não fala mais nada”. A vítima havia parado de responder depois de perceber que se tratava de um golpe e avisou à polícia. Depois da denúncia, a estelionatária foi encontrada em casa. Os policiais recolheram cinco roteadores que estavam à espera de novos compradores. Ela foi presa por estelionato e receptação.

Fonte: JP Notícias