Vereador do Rio de Janeiro aparece beijando o pescoço, fazendo cócegas e carícias em uma menina de 10 anos; as imagens foram publicadas em novembro do ano passado.

A situação do vereador Gabriel Monteiro (PL) está cada vez mais delicada na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. Um novo vídeo publicado nas redes sociais, que mostra o político supostamente beijando o pescoço de uma menor de idade, fazendo cócegas e também carícias, deve ser analisado pela Casa. Segundo os vereadores da capital fluminense, que tiveram acesso aos vídeos, as imagens foram publicadas na própria rede social de Gabriel, em novembro do ano passado. Na gravação, ele aparece abordando uma menina e a mãe dela, ambas em situação de rua. A responsável conta que a filha não estava frequentando a escola, porque estaria com piolho. Nesse momento, a criança é levada a um salão de beleza, onde aconteceram supostamente as carícias. A menina teria 10 anos. O vereador Chico Alencar (PSOL) disse que todas as denúncias contra Gabriel Monteiro são gravíssimas e precisam ser devidamente apuradas.

“Estão sob investigação criminal. Mas a Câmara de Vereadores tem que fazer sua parte, é o seu dever: apurar tudo que foi denunciado, ouvir as partes e tomar providências”, afirmou em vídeo. No Twitter, o vereador também reforçou que vai pedir a inclusão das novas imagens na investigação. “Essa foi uma das denúncias mais estarrecedoras e chocantes que recebi. Há indícios de relação abusiva envolvendo uma criança em situação de vulnerabilidade, que se mostra constrangida. Vou pedir a inclusão das imagens na investigação”, disse o político. Na semana passada, o Ministério Público do Rio de Janeiro já havia oferecido denúncia por outro vídeo de Gabriel Monteiro. Na postagem, ele aparece tendo relações sexuais com uma adolescente de 15 anos. Nesta terça-feira, 12, o Conselho de Ética da Câmara se reúne para escolher quem será o relator do caso, que pode levar à cassação do vereador.

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: JP Notícias