Projeção da entidade para 2020 é de uma retração de 4,3% da economia brasileira.
CNI estima que o PIB industrial vá crescer 4,4% no próximo ano.

As projeções da organização indicam que a economia brasileira terminará 2020 com uma retração de 4,3% e o PIB da indústria com uma redução e 3,5%.

A previsões da organização para a economia foram divulgadas nesta quarta-feira (16). No documento, a CNI destaca que parte significativa do crescimento do PIB em 2021 é explicada pela base de comparação, o chamado carregamento estatístico.

“Há espaço para crescer mais”, afirmou o gerente de análise econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

Segundo a organização, como a recuperação de 2020 foi rápida, o ano terminará com um volume de produção acima da média de 2020. “Desse modo, mesmo se a economia parar de crescer a partir de janeiro de 2021, na comparação com 2020, o PIB do ano seria cerca de 3% maior”, avaliou a CNI.

Projeções da CNI para 2021

PIB: alta de 4%

PIB industrial: alta de 4,4%

Taxa de desemprego: 14,6% da população economicamente ativa

Inflação: 3,55%

Câmbio: R$ 4,85 (média do ano) e R$ 4,40 (dezembro)

Saldo da balança comercial: US$ 49,4 bilhões.

Fonte: G 1