Novos grupos de trabalhadores da saúde foram definidos como público prioritário nesta primeira fase da campanha.

A vacinação dos profissionais de saúde que atuam nas unidades de Manaus será retomada nesta terça-feira (02/02) com a inclusão de novos grupos de trabalhadores da saúde entre o público prioritário. A decisão foi tomada pela Comissão Intergestores Bipartite do Estado do Amazonas (CIB), em acordo com os órgãos de fiscalização e controle, durante reunião virtual nesta segunda-feira (1º/02).

A Nota Informativa Conjunta nº 05/2021 da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Secretaria de Estado da Saúde (SES-AM) e Secretaria Municipal de Saúde (Semsa Manaus) passa a estabelecer cinco grupos prioritários dos profissionais e trabalhadores da saúde de Manaus na fase 1 da Campanha de vacinação contra a Covid-19.

Antes, a priorização era definida por setores com níveis de exposição. Agora, a vacinação prioritária da fase 1 será para todos trabalhadores das unidades e serviços de saúde dos grupos prioritários 1, 2 e 3. Os integrantes de qualquer um deles poderão ser vacinados em qualquer um dos sete postos fixos definidos pela Prefeitura de Manaus, por meio da Semsa.

Pontos fixos de vacinação – Os locais de vacinação são: Complexo de Treinamento de Direção Veicular do Detran-AM, zona norte; estacionamento da Universidade Paulista (Unip), na zona centro-sul; Clube do Trabalhador Sesi, zona leste; Balneário do Sesc, zona oeste; shopping Phelippe Daou, zonas norte e leste; e Centro Cultural dos Povos da Amazônia (antiga bola da Suframa), na zona sul, onde já está sendo realizada a campanha de vacinação dos idosos.

Um ponto fixo estará funcionando no Hospital Beneficente Português, na avenida Joaquim Nabuco, Centro. Todos os pontos de vacinação funcionam das 9h às 16h.

Para ser imunizado, o profissional de saúde precisa estar na lista nominal definida pela Semsa e SES-AM. A Nota Informativa estabelece que o profissional deve estar em pleno exercício de suas atividades e no momento da vacinação deve apresentar documento com foto, CPF e documento que comprove que é servidor, funcionário ou terceirizado de estabelecimento de saúde – crachá ou holerite, por exemplo.

Caso, no momento da vacinação, haja alguma inconsistência nas informações, inclusive ausência do nome na lista nominal, o profissional terá que preencher e assinar autodeclaração de vínculo empregatício disponibilizado em cada local de vacinação, sob o risco de responder judicialmente em caso de inveracidade das informações prestadas.

A meta da Semsa, responsável por aplicar as vacinas, é imunizar 4 mil profissionais por dia. Para esse público, Manaus disponibiliza 46.618 doses da Coronavac, e 9.246 profissionais da saúde já foram imunizados. O Ministério da Saúde sinalizou que vai enviar novas doses nos próximos dias.

Grupos – Os profissionais e trabalhadores da saúde foram organizados em grupos, sendo o 1 formado por quem atua nas unidades de internação hospitalar adulto e infantil (hospitais, fundações e maternidades), Serviço de Pronto Atendimento (SPA), Unidade de Pronto Atendimento (UPA), Unidade Básica de Saúde (UBS) que atendem preferencialmente pacientes com Covid-19.

Completa o grupo 1 quem atua na remoção de pacientes (terrestre, aéreo e fluvial), profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), quem realiza coleta, manipulação e processamento de material biológico relacionado à Covid-19, equipe de vacinadores e investigação epidemiológica de campo. Esse grupo é estimado em 37.653 pessoas, que representam 67% dos trabalhadores da saúde.

O grupo prioritário 2 é composto por aqueles que atuam em clínicas radiológicas, serviço de terapia renal, serviço oncológico, equipe de fiscalização sanitária, intermediador (gestão – assistência), rede de atenção psicossocial. O grupo 2 é estimado em 1.181 profissionais, 2% do público dos trabalhadores da saúde.
Já o grupo prioritário 3, estimado em 8.160 pessoas, 14% dos trabalhadores da saúde, é formado por quem atua unidades básicas de saúde, rede de reabilitação ambulatorial de pacientes que tiveram Covid-19, policlínicas, Centro de Atenção Integral à Criança (Caic), Centro de Atenção Integral à Melhor Idade (Caimi), ambulatórios e Central de Medicamentos do Amazonas (Cema).

Na fase seguinte da vacinação, que ocorrerá após a conclusão da fase 1 e cuja data de início ainda será divulgada, mais dois grupos prioritários, 4 e 5, serão contemplados. O grupo 4 é formado por profissionais que atuam em clínicas privadas e profissionais de saúde das farmácias e drogarias. Já o 5 é composto por quem atua no complexo regulador e nas sedes administrativas das secretarias de Saúde municipal e estadual.

FOTO: Rodrigo Santos