Por conta da pandemia do novo coronavírus, visitação nos dez espaços situados na capital está suspensa.

As tradicionais homenagens nos cemitérios públicos no Dia dos Pais não puderam ser feitas neste domingo (9) em Manaus. Por conta da pandemia do novo coronavírus, a visitação nos dez espaços situados na capital está suspensa.

Mesmo com a visitação proibida, algumas famílias prestaram homenagens a pais falecidos do lado de fora dos cemitérios.

De acordo com decreto municipal, o acesso está restrito ao atendimento de novos sepultamentos e às pessoas que acompanharão o cortejo fúnebre na data.

Até sábado (9), mais de 106 mil pessoas foram infectadas pelo novo coronavírus, e mais de 3 mil morreram por conta da doença. Com a pandemia, o serviço nos cemitérios segue protocolos e medidas para evitar aglomerações, e uma delas é a suspensão das visitas em datas comemorativas, como o Dia das Mães, quando também não foram abertas as portas do cemitério, e este Dia dos Pais.

No portão do cemitério Santa Helena, bairro São Raimundo, um aviso esclarecia as restrições. Na zona centro-sul, apenas os trabalhadores tinham acesso ao São João Batista, bairro Nossa Senhora das Graças.

A determinação segue as diretrizes do decreto municipal, que regula a movimentação nos cemitérios, limitando a entrada de pessoas em sepultamentos e respeitando a recomendação de distanciamento social para evitar aglomerações, por conta do risco de contágio da Covid-19.

A medida vale para todos os cemitérios públicos gerenciados pela Prefeitura de Manaus. Desde o último dia 11 de abril, a entrada nesses locais está restrita a até cinco pessoas, estritamente ligadas a algum sepultamento acontecendo no dia.

Fonte: G1