Dados parciais do Programa Nacional de Imunização, da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (PNI/FVS-AM) apontam que a cobertura vacinal no estado é de 28,6% da meta da campanha, abaixo da meta. Em Manaus, o índice de cobertura atual é de 33,8%. A campanha segue até o dia 30 de outubro.

Conforme o levantamento, divulgado na quinta-feira (23), foram imunizadas 87.543 crianças menores de cinco anos no estado, do início da campanha (05/10) até esta quarta-feira (21/10). A meta da campanha são 306.602 crianças.

O levantamento leva em consideração o quantitativo de doses aplicadas nos 61 municípios do estado, a partir dos dados de cobertura informados pelas secretarias municipais de saúde.

De todo o estado, as equipes de Benjamin Constant, Envira, Japurá, Juruá e São Paulo de Olivença, representando 8% do total de municípios, não havia enviado a cobertura atualizada até esta quarta-feira (21/10).

A diretora-presidente da FVS-AM, Rosemary Costa Pinto, alerta que a vacinação é a principal estratégia usada para combater a paralisia infantil.

“Precisamos melhorar a cobertura vacinal de todos os municípios do Amazonas que está muito baixa. É importante lembrar que vacinar é um ato de cuidado com a criança”, disse por meio da assessoria de imprensa.

As doses de vacina contra a poliomielite estão disponíveis em Unidades Básicas de Saúde (UBS), em todo o Amazonas.

Quem deve se vacinar

Conforme o Ministério da Saúde, a campanha contra a poliomielite (paralisia infantil) é destinada a crianças menores de cinco anos de idade com estratégias diferenciadas para crianças com até um ano incompleto e para aquelas na faixa etária de 1 a 4 anos. A depender do esquema vacinal registrado na caderneta, a criança poderá receber a Vacina Oral Poliomielite (VOP), como dose de reforço ou dose extra, ou a Vacina Inativada Poliomielite (VIP), como dose de rotina.

Paralelamente, ocorre a campanha de multivacinação para atualização da caderneta de vacinação das crianças e dos adolescentes menores de 15 anos. A mobilização vai até o dia 30 de outubro, em UBS.

Aglomerações

A FVS-AM alerta que a imunização deve ser realizada respeitando as medidas de prevenção à covid-19. As unidades de saúde que funcionam como postos de vacinação devem tornar disponível local para lavagem das mãos ou álcool gel 70%, limitar o número de familiares que acompanhem a pessoa que será vacinada e atenção para o distanciamento social de 1,5 metro.

Fonte: G1 Amazonas