Os pesquisadores examinaram 220 casos confirmados e prováveis em hospitais do Reino Unido entre 22 de março e 6 de junho.

Um novo estudo revela que, embora sejam extremamente raros, os coágulos sanguíneos causados pela primeira dose da vacina Oxford-AstraZeneca possuem alto risco de morte em jovens, inclusive saudáveis.

Como mostra o jornal britânico The Guardian, em pessoas com menos de 50 anos, a reação adversa grave ocorre em uma a cada 50 mil pessoas que receberam o imunizante, e essa probabilidade cai para uma em 100 mil a partir dos 50 anos.

Leia mais em Trendsbr:

https://www.trendsbr.com.br/saude/coagulos-apos-vacina-astrazeneca-afetam-mais-jovens-e-sao-perigosos-dizem-cientistas?utm_source=Metr%C3%B3poles

Fonte: Agência Brasil