Na tarde desta quinta-feira (4) a titular da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), Caroline Braz, deixou a pasta para concorrer às eleições de 2020 à Prefeitura de Manaus.

A defensora pública Caroline Braz, vem sendo cogitada para ser o nome na disputa pelo Partido Social Cristão (PSC). Partido do governador Wilson Lima.

Conheça a candidata

Caroline da Silva Braz (dra. Carol Braz) nasceu na cidade de Manaus, em 1980, estudou Direito na Universidade Federal do Amazonas e se especializou em direito processual civil,também no Amazonas.

Iniciou sua carreira pública bem jovem, aos 20 anos, quando passou no concurso para escrivã da Polícia Civil do Amazonas.

É Defensora Pública no Amazonas há mais de 15 anos, atuando como coordenadora do ônibus da Defensoria Itinerante e como titular do Núcleo de Defesa da Mulher.

Foi aprovada em diversos concursos como os de analista do TRE, escrivã de polícia, prova teórica para Delegada da Polícia Federal, procuradora do Estado do Amazonas e Procuradora do Tribunal de Contas de Roraima.

Seguindo sua carreira pública, aos 30 anos de idade, foi uma das  juízas mais jovens nomeadas em Roraima, onde instalou o Juizado da Violência doméstica e atuou firmemente na Justiça para as Mulheres até decidir voltar para Manaus e para a Defensoria Pública do Amazonas por se identificar e lutar pela defesa das pessoas necessitadas.

Em virtude de sua vasta experiência e capacidade como Juíza e Defensora Pública, foi convidada pelo Governador Wilson Lima para assumir, em janeiro de 2019, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) comandando as políticas públicas voltadas à prevenção de violência contra mulheres, crianças, idosos, além da promoção de cidadania e da inclusão da Pessoa com Deficiência, com foco na aproximação dos serviços do Governo do Estado aos cidadãos amazonenses, atuando fortemente em diversos municípios do interior e em toda a cidade de Manaus.

Eleições 2020

Devido a pandemia causado pelo coronavírus, as eleições municipais ainda não data definida. Políticos debatem um adiamento do pleito.