A Câmara Municipal de Manaus (CMM) vai retomar, a partir de quarta-feira (1º/07), os trabalhos presenciais do Legislativo Municipal. Para garantir a segurança de funcionários e vereadores, várias medidas serão adotadas para evitar a propagação do coronavírus.

Entre as mudanças está a proibição do uso da tribuna, onde geralmente os vereadores realizam discursos. A partir de quarta-feira, os parlamentares só poderão discursar utilizando os microfones de suas mesas. Outras medidas também serão implantadas e preparam a Câmara para o retorno gradual dos trabalhos.

Por enquanto, apenas dois servidores de cada gabinete estão autorizados a entrar no prédio da CMM. No plenário será permitida apenas a presença de vereadores. A ideia é evitar aglomerações e obedecer a recomendação de manter a distância mínima de dois metros entre as pessoas.

De acordo com o protocolo de medidas de prevenção ao coronavírus, o prédio da Câmara continuará com vários setores temporariamente suspensos. O público externo, incluindo equipes da imprensa, não terá acesso às dependências da Casa Legislativa.

O protocolo da Mesa Diretora estabelece medidas de prevenção e proteção ao contágio pelo coronavírus, com ênfase na higiene pessoal, distanciamento e sanitização dos ambientes.

Segundo esse protocolo, só será permitida a entrada no prédio da Câmara, se a pessoa estiver usando máscara de proteção individual. Além de limitar o número de colaboradores nos ambientes, os servidores serão orientados sobre a lavagem correta das mãos.

Servidores com idade acima de 60 anos ou portadores de doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, continuarão o trabalho de forma remota.