Jamie Lynn, de 30 anos, concedeu entrevista ao Good Morning America, da ABC News, onde abordou a relação “complicada” com a estrela do pop.

A cantora Britney Spears, de 40 anos, rebateu as críticas feitas pela irmã, Jamie Lynn, 30, em recente entrevista dada ao Good Morning America, da ABC News, onde ela abordou a relação “complicada” com a estrela da música pop. Na papo, a atriz falou sobre o livro que está lançando e afirmou que o comportamento da irmã estava “fora de controle” quando foi submetida à tutela, na qual ficou sob controle absoluto do pai, Jamie Spears, por 13 anos.

“Ela nunca esteve muito perto de mim nos últimos 15 anos. Então, por que eles falariam com ela sobre isso a não ser pelo fato de que ela quer vender um livro às minhas custas”, começou Britney Spears através de uma carta aberta nas redes sociais.

No desabafo, a cantora relembrou que o seu sucesso e dinheiro proveu toda a família, inclusive a irmã: “Eu escrevi muitas das minhas músicas, ela era a criança naquela época. Ela nunca teve que trabalhar por nada. Tudo foi sempre dado de graça a ela!”, disse a cantora.

A estrela falou também sobre a relação entre ela e seus familiares e reforçou a tristeza que sente por eles: “Eu sempre fui a melhor pessoa. Eles todos conseguiram fazer o que queriam e brincar comigo enquanto eu me sentei e assisti. Mas agora isso parece piada… a última coisa que eu faria era pedir pelas coisas que foram dadas a ela! Então sim, eles arruinaram os meus sonhos”, disse ela.

“Minha família arruinou um bilhão porcento dos meus sonhos e tenta fazer com que eu pareça louca mesmo estando ardendo em febre, não conseguindo sair da cama. Minha família ama me colocar para baixo, e me machucam sempre, então estou enojada deles”, concluiu a estrela pop.

Fonte: Metrópoles