A chamada Profilaxia Pré-Exposição é uma estratégia de prevenção ao HIV.

Com o slogan Bora Combinar, o Instituto de Pesquisa Clínica Carlos Borborema (IPCCB), da Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), lança nesta segunda-feira (12/07) uma campanha para fortalecer as ações de divulgação e disseminar conhecimento sobre Profilaxia Pré-Exposição (PrEP), em Manaus.

A PrEP é uma estratégia de prevenção ao HIV que consiste no uso diário, de um único comprimido de medicamento antiviral. A profilaxia, gratuita e disponível no Sistema Único de Saúde (SUS), é eficaz e oferece grau de proteção contra o HIV superior a 90%, quando tomado regularmente.

A campanha foi integralmente construída a partir da contribuição de parceiros, educadores de pares e representantes da comunidade LGBTQIA+, buscando aproximar e levar conhecimento sobre as estratégias de prevenção combinada.

A PrEP é indicada para grupos vulneráveis e/ou pessoas mais expostas ao risco de infecção – homens que fazem sexo com homens, população transgênero, profissionais do sexo e casais sorodiferentes (quando uma pessoa vive com HIV e a outra não).

A equipe do projeto desenvolveu materiais educativos para as redes sociais, materiais impressos sobre Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), podcast e espalhou outdoors pela cidade. Também fazem parte da ação o website www.prepmanaus.com.br, um minidocumentário e um curso de capacitação para profissionais e estudantes da área da saúde.

“Em paralelo, buscamos aumentar a testagem e o diagnóstico para outras Infecções Sexualmente Transmissíveis, contribuindo também para o tratamento adequado e redução da transmissão”, explicou a médica infectologista da FMT-HVD e coordenadora do projeto, Maria Paula Mourão.

Em Manaus, a PrEP está disponível na FMT-HVD, no bairro Dom Pedro, e na Clínica de Saúde da Família Raimundo Franco de Sá, no bairro Nova Esperança. “Nós convidamos a população a acompanhar a campanha, conhecer a PrEP e verificar, com o apoio de um profissional de saúde, se essa é uma estratégia de prevenção que se encaixa nos planos de autocuidado de cada um”, disse a médica.

O projeto é financiado pela da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

Redes sociais – A ação conta materiais educativos para as redes sociais que serão divulgados nos perfis do IPCCB (@ipccb), panfletos sobre PrEP e outras IST e outdoors, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa).

“Temos uma equipe multidisciplinar de profissionais das áreas da saúde, da educação, da comunicação, bem como líderes de movimentos sociais e representantes da comunidade LGBTQIA+, buscando desenvolver uma linguagem acessível e atual para nossa população alvo”, destacou Maria Paula Mourão.

Minidocumentário – Também como parte da campanha, o minidocumentário “PrEP – Bora combinar” relata histórias de oito pessoas com idade, profissões e orientações sexuais distintas, que relatam suas experiências com o uso da PrEP. Os relatos desmistificam o uso do medicamento e naturalizam o diálogo sobre o tema.

O curta, que deve ser lançado ainda este mês, será disponibilizado online pelo site www.prepmanaus.com.br.

Capacitação – O projeto também conta um curso de capacitação sobre prevenção combinada direcionado a profissionais e estudantes da saúde. O treinamento tem como objetivo apresentar as principais IST, relacionando a sua incidência ao diagnóstico e prevenção; descrever os riscos do HIV associado aos benefícios da PrEP e da Profilaxia Pós-Exposição (Pep); demonstrar os benefícios do atendimento humanizado para otimizar o acesso à PrEP; além de desenvolver estratégias para melhorar e ampliar os meios de comunicação, acesso e aceitabilidade do uso da PrEP.

Dividida em dez unidades de estudo, a capacitação, on-line e assíncrona, disponibilizará certificado de 40 horas aos participantes que finalizarem as aulas. O treinamento conta com parceria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).