Jovem de 19 anos morreu sábado em um exercício militar no Rio de Janeiro. Ele era da mesma brigada em que o presidente serviu.

A morte de um soldado de 19 anos da Brigada de Infantaria Paraquedista em um exercício militar abalou muito o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Na tarde deste domingo (21/06), ele postou em suas redes sociais um trecho do discurso feito mais cedo, no velório de Pedro Lucas Ferreira Chavez. O jovem não resistiu a uma queda no sábado. “Nós militares, se preciso for, damos a vida pela nossa pátria e pela nossa liberdade”, disse Bolsonaro, com os olhos marejados.

O presidente serviu nessa mesma brigada e chegou a se ferir gravemente em um acidente, o que contribui para sua identificação com o momento de dor da família.

“Temos a certeza que o Deus pai já o acolheu”, disse o presidente, se dirigindo à família do jovem. “Momento é difícil, de consternação e reflexão sobre de onde viemos e para onde iremos nessa nossa breve passagem pela vida”, diz ele sobre a morte do militar.