Presidente falou sobre o sumiço do indigenista Bruno Araújo e do jornalista britânico Dom Phillips; o paradeiro de ambos é desconhecido desde 5 de maio.

O presidente da Republica Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta terça-feira, 15, que a resolução para o caso do desaparecimento do indigenista Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips pode estar próxima. Segundo o mandatário, “tudo indica” que o desaparecimento de ambos será desvendado “nas próximas horas”. “Eu espero que nas próximas horas o episódio do desaparecimento de dois cidadãos na Amazônia seja efetivamente esclarecido. Tudo indica isso. A gente lamenta o desaparecimento. Um inglês e um brasileiro que sabiam do perigo da região. E, pelo que tudo indica, será desvendado esse desaparecimento. Desde o primeiro dia, a nossa Marinha estava em campo. Estão me culpando agora por isso”, afirmou o chefe do Executivo durante evento no Palácio do Planalto.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, também opinou sobre o caso e alegou que tudo o que poderia ter sido feito para que ambos fossem encontrados, já foi realizado. “Todos estão trabalhando na região para localizar os dois desaparecidos. Estamos muito perto disso, se já não se concretizou. Realmente foram feitas as oitivas, a Polícia Federal trabalhou incansavelmente, dia e noite, coordenando o grupo de trabalho, a Marinha do Brasil, várias pessoas, porque nós sabemos a importância do caso e demos a devida importância”, disse.

 

 

 

Fonte: JP Notícias