Foi cancelada nesta sexta-feira (10) a escolha dos 17 deputados estaduais que vão compor a comissão que analisará o pedido de impeachment do governador Wilson Lima e do vice-governador Carlos Almeida.

O cancelamento foi comunicado pelo deputado Belarmino Lins na reunião de hoje. O motivo, segundo o parlamentar, é que a homologação da lista com os 17 nomes, ocorrida ontem, não cumpriu o regimento interno do Legislativo.

Para ter validade, a lista deveria ser aprovada em plenário por, no mínimo, 13 deputados. Na sessão de ontem, por um erro na contagem, haviam 12 parlamentares na reunião.

Devido à falta de quórum qualificado, a homologação da lista foi cancelada, afirmou Belarmino Lins.

Por causa disso, a escolha dos membros da comissão de impeachment ficou para a próxima terça-feira (14), às 9h, no plenário da Assembleia Legislativa.

Após a confirmação dos 17 deputados, será aberto o prazo de até 48h para escolha do presidente e relator da comissão. A previsão é que os nomes sejam divulgados na reunião de quinta-feira (16).