Correligionários temem que movimentação possa causar desconforto na campanha de Lula.

As articulações políticas de José Dirceu têm incomodado a cúpula do PT, diz O Globo.
Nos últimos seis meses, o condenado no mensalão visitou ao menos 11 estados. Ele se reuniu com governadores, ex-ministros e manteve conversas com dirigentes de outros partidos que discutem apoio a Lula em 2022.

A avaliação é que Dirceu resiste a se desapegar da função de articulador político que exerceu no passado, antes de ser envolvido nos escândalos do mensalão e da Lava-Jato.

 

 

 

 

Fonte: O Globo