Desde o último sábado (26), a arquiteta Aline Cristina Araújo Silva, de 37 anos, vem recebendo mensagens de repúdio pelo comportamento que teve ao presenciar o desfile de duas mulheres em um carro conversível na Ruas Dias Ferreira, no Leblon. Aline arremessou garrafas d’água na empresária Scheila Danielle Gmack Santiago, que revidou a agredindo. Com perfil aberto no Instagram, ela bloqueou comentários públicos nas últimas postagens e os ataques têm sido feito pelos internautas em publicações antigas.

Leia mais:

“Querem falar de respeito e feminismo, mas não respeitam a amiguinha”, comentou uma jovem em uma foto de Aline do dia 15 de setembro sobre hotéis em Dubai. “Não gostei do vídeo, quero tacar uma britadeira em você”, escreve outra menina em uma publicação sobre o “novo normal” nas viagens internacionais durante a pandemia, do dia 12 do mesmo mês.

Em diversas outras publicações mais antigas, há xingamentos como “invejosa” e “recalcada”. Desde terça-feira, as últimas nove fotos publicadas estão com os comentários bloqueados. Em conversa com o Extra no início da semana, Aline havia garantido que as mensagens de apoio estavam sendo enviadas de maneira privada.

“Acho que 80% das mensagens abertas são contra a minha atitude e 20% são a favor. Fiz questão de manter minhas redes abertas porque a democracia é isso mesmo. Mas quem interessa – meus amigos, familiares, parceiros comerciais – estão comigo”, explicou.