A família do litoral paulista se desfez em três meses. Silvio Dias Novaes, de 60 anos, ainda lutava pela vida após sofrer um AVC

Uma família do litoral paulista foi destruída de forma abrupta nos últimos três meses. Silvio Dias Novaes, 60 anos, morreu nessa sexta-feira (17/7) após sofrer um infarto. O óbito ocorre 90 dias depois de ele perder a esposa e o filho, vítimas do  Covid-19. As informações  são do portal G1.

O filho de Silvio morreu no dia 12 de abril, em decorrência do novo Coronavirus. A esposa do despachante, também com Covid-19, não resistiu 15 dias depois. Desde então, o homem, que já havia sofrido AVC e perdido os movimentos, sofria com o luto familiar.

De acordo com a filha, Maria Carolina da Silva Novaes, de 39 anos, ele chorava todas as noites e ficou em depressão após as perdas. Assim como os familiares, ela contraiu Covid-19 ao acompanhar o pai no hospital.


“Estamos arrasadas. Não sei como a vida pode ter sido tão injusta com a gente”, lamenta Maria Carolina, em entrevista ao G1. O velório de Silvio ocorre neste sábado (18/7), com limitações por conta do Covid-19

Fontes: G1 e metrópoles